Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Sindicalistas paraminenses se reúnem com Eduardo Barbosa e protestam contra a reforma da Previdência Social


A polêmica reforma da Previdência Social continua sendo discutida em uma comissão especial formada na Câmara dos Deputados, em Brasília. A proposta original do governo Michel Tener gerou protestos de trabalhadores por todo o país.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os movimentos sindicais também não apoiam a matéria enviada pelo presidente Michel Temer (PMDB-SP) e sua equipe de governo. Um dos pontos mais discutidos é em relação a idade mínima para aposentadoria, fixada em 65 anos para homens e mulheres.

Outra discussão acalorada é sobre o tempo de contribuição para que seja concedida o benefício integral – 49 anos. Para a grande maioria das pessoas essas medidas vão praticamente acabar com a aposentadoria.

Em Pará de Minas a manifestação foi realizada por servidores públicos da área da educação. Eles percorreram as principais ruas da cidade com cartazes, faixas, caras pintadas e gritavam palavras de ordem.

Um grupo de manifestantes foi até o gabinete do deputado federal Eduardo Barbosa (PSDB), na rua Melo Sobrinho, 55, Centro. Eles pediram um encontro com ele para apresentar a indignação com a reforma. Outra manifestação com menor número de participantes foi realizada no fim da tarde de sexta-feira, 17 de março. A concentração aconteceu na praça do Santuário de Nossa Senhora da Piedade e de lá os manifestantes seguiram novamente para o escritório do deputado federal Eduardo Barbosa para protestar contra a reforma da Previdência Social e cobrar que o parlamentar vote contra o projeto do governo. O deputado Eduardo Barbosa já declararam anteriormente que é contra a reforma como apresentada no texto original do governo federal.

Não houve nenhum ato de vandalismo e todos foram bem recebidos e ouvidos pelos assessores do parlamentar. O político chegou a se reunir com alguns sindicatos de diferentes segmentos em Pará de Minas.

Vicente Geraldo Rabelo Moreira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, participou da reunião com o deputado federal. O sindicalista aproveitou a oportunidade para apresentar algumas propostas:

Vicente Geraldo Rabelo Moreira
vicentegeraldo_prev1


As mudanças voltadas para os trabalhadores rurais não estão agradando a categoria. No momento o projeto de lei está sendo discutido e existem os trâmites internos no Congresso Nacional que precisam ser seguidos:

Vicente Geraldo Rabelo Moreira
vicentegeraldo_prev2

O líder sindical acredita que é inviável a contribuição mínima de 25 anos e a idade de 65 anos para se aposentar. Ele defende a atual exigência de 15 anos de contribuição e a idade de 55 anos para a mulher e 60 anos para o homem:

Vicente Geraldo Rabelo Moreira
vicentegeraldo_prev3

A bancada estadual mineira do PMDB de Michel Temer se manifestou publicamente contra a Reforma da Previdência. Os deputados da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) divulgaram uma nota de repúdio. Na sexta-feira, 17 de março, o presidente Michel Temer declarou que está disposto a discutir mudanças na reforma da Previdência Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm