Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Após presidente dissolver Parlamento, Itália se prepara para eleições em 2018

Italia Presidential Press Office/Handout

A Itália abriu o caminho para a realização de eleições gerais em 2018, depois que o presidente italiano, Sergio Mattarella, dissolveu na quinta (28) o Parlamento do país. O movimento do presidente ocorreu depois que o primeiro-ministro Paolo Gentiloni, no início do dia, declarou ter alcançado seu objetivo anterior de “trazer a legislatura para um fim ordenado”. Assim, ele indicou que seu gabinete cumpriu seu mandato. A informação é da agência Xinhua.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Reunindo a imprensa pela manhã, Gentiloni enfatizou que a Itália conseguiu recuperar-se da pior crise econômica desde a Segunda Guerra Mundial, graças a uma ” legislatura frutuosa”. Após a coletiva, Gentiloni se encontrou com Mattarella, um passo necessário para desencadear o pedido formal para a dissolução do Parlamento.

Mattarella também realizou conversações consultivas com parlamentares do Senado e da Câmara dos Deputados na quinta-feira à tarde, confirmou uma declaração do palácio presidencial. Agora, o gabinete de Gentiloni deveria escolher a data para as eleições de 2018, que provavelmente será no dia 4 de março, de acordo com a mídia local.

As pesquisas de opinião realizadas em meados de dezembro mostraram o partido de oposição Movimento Cinco Estrelas (M5S) em primeiro lugar, com uma média de 27,5%; seguido do Partido Democrata (PD) de centro-esquerda, com 24,3%. O partido de centro-direita Forza Italia (FI), do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, ficou em terceiro, com 16,1% e a Liga Norte, de direita e anti-imigração, atingiu cerca de 13,7%.

As próximas eleições políticas representarão o primeiro teste para a nova lei eleitoral – chamada “Rosatellum” – aprovada pelo Parlamento no final de outubro. A Rosatellum introduziu um sistema híbrido, com um terço dos legisladores a serem eleitos pela primeira vez, e dois terços por representação proporcional.

De acordo com todas as projeções até agora, nenhum dos principais partidos parecia forte o suficiente para reunir os votos necessários para governar sozinho sem formar uma coalizão. Com Agência Brasil/Agência Xinhua

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm