Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Confiança aumenta entre empresários do setor de serviços e diminui entre os industriais 


O Índice de Confiança de Serviços, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), cresceu 0,9 ponto de setembro para outubro e atingiu 88,3 pontos, em uma escala de zero a 200.

Segundo o consultor da FGV Silvio Sales, todos os quatro indicadores que compõem o índice avançaram ante o mês anterior. Segundo ele, isso pode estar relacionado à proximidade da definição do cenário político (a pesquisa foi feita antes do resultado eleitoral), atuando na redução da incerteza no âmbito das empresas e também dos consumidores.

Apesar disso, como o indicador ainda está abaixo dos 90 pontos, isso mostra que um contexto de moderado pessimismo.

O avanço foi observado em seis das 13 principais atividades de serviços pesquisadas. O Índice da Situação Atual, que mede a confiança do empresariado em relação ao presente, subiu 0,8 ponto em outubro, para 85,9 pontos.

Já o Índice de Expectativas, que analisa o otimismo em relação ao futuro, avançou 1,1 ponto em outubro, para 91,1 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada do setor de Serviços subiu 0,3 ponto percentual (p.p.) em outubro, indo para 82,2%.

Confiança do empresário da indústria recua 2 pontos
O Índice de Confiança da Indústria, calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 2 pontos de setembro para outubro. Essa foi a terceira queda consecutiva do indicador, que acumula perda de 6 pontos no período.

O índice caiu para 94,1 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, o menor patamar desde setembro de 2017 (93,4 pontos).

O Índice da Situação Atual, que mede a confiança no presente, caiu 2,3 pontos para 92,9 pontos. O Índice de Expectativas, que apura a opinião dos empresários em relação ao futuro, recuou 1,6 ponto, indo para 95,5 pontos.

Segundo a coordenadora de Sondagens da FGV, Viviane Seda Bittencourt, a queda da confiança em outubro foi influenciada por uma deterioração no ambiente de negócios.

Segundo ela, a piora do cenário externo e o câmbio geram efeito redutor nas expectativas de produção.

A proximidade do fim do processo eleitoral parece já gerar um efeito positivo nos empresários, mas ainda insuficiente para reverter a tendência de queda da confiança no setor, disse Viviane. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm