Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Motociclistas criticam cobrança de estacionamento e vereadores esvaziam plenário para não votar projeto


A reunião Ordinária da Câmara Municipal de Pará de Minas foi realizada na noite desta segunda-feira, 27 de agosto, mas acabou com o plenário esvaziado pelos vereadores. Em pauta havia sete projetos de lei para serem votados.

Iniciando os trabalhos de votação foi colocado em votação o Projeto de Lei 52/18 que dispõe sobre a regulamentação da exploração do sistema de estacionamento rotativo eletrônico oneroso nas vias.

A proposta foi aprovada em 1º turno na semana passada por 16 votos a favor e nenhum contra na reunião do dia 20 de agosto. A matéria prevê a cobrança do estacionamento rotativo por meio do chamado Faixa Azul.

A prefeitura enviou o projeto contemplando a cobrança para carros, motos e até bicicletas. Os vereadores colocaram várias emendas e retiraram a cobrança das bikes, o que foi considerado absurdo.

Entretanto, a propositura gerou muitas críticas, especialmente por parte dos motociclistas. Nas redes sociais os vereadores foram alvos de muitas críticas. Caso seja aprovada a lei, Pará de Minas será uma das poucas cidades a cobrar pelo estacionamento de motos.

O temor de grande parte da população é que o Poder Legislativo cometa o mesmo erro assumido pelos vereados no projeto do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). À época eles votaram a favor do projeto, contra a vontade popular. Depois reuniram a imprensa e voltaram atrás da decisão. Moral da história: o IPTU mais caro está sendo cobrado da população que não perdoa os vereadores, enquanto a questão aguarda julgamento no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Ainda sobre o projeto de reativação do Faixa Azul, muitas dúvidas pairam na cabeça dos vereadores. A lei enviada pelo prefeito Elias Diniz (PSD) não regulamentava prazos, valores e formas de gerenciamento dos recursos que serão arrecadados com o rotativo.

O vereador Marcílio Magela de Souza (MDB) estava com muitas dúvidas em relação à matéria. Revelou que durante a semana ouviu o clamor de vários motociclistas revoltados com a cobrança do estacionamento:


Marcílio Magela de Souza
projetofaixaazulmarciliosouza

O vereador Márcio Lara (PTC) disse que as motocicletas não devem pagar o mesmo valor do estacionamento dos carros. Porém, ele afirmou categoricamente que é a favor de uma cobrança para as motos:


Márcio Lara
projetofaixaazulmarciolara

É importante ressaltar que o país vive uma grave crise econômica e a população está muito sacrificada pelo desemprego e a falta de recursos. Muitas pessoas utilizam a moto para reduzir os gastos com transporte.

O preço da gasolina em Pará de Minas é um dos maiores da região e a prefeitura aumentou o valor do IPTU. Nesse cenário também aumentou o preço da conta de energia elétrica, dentre outros.

O vereador Marcos Aurélio dos Santos (DEM), explicou que a proposta já havia recebido emendas e pedidos de vistas, além de ter sido aprovada em 1ª votação. Agora a lei deveria ser votada em 2º turno.

A única forma de ganhar mais tempo para ampliar as discussões com a Associação Empresarial de Pará de Minas (ASCIPAM), a população e especialmente os motociclistas, seria esvaziando o plenário.

A sugestão foi aceita por todos os vereadores presentes e o plenário foi esvaziado. Com isso a reunião foi encerrada por falta de quórum e o projeto voltará a ser votado na próxima segunda-feira, 3 de setembro:


Marcos Aurélio dos Santos
projetofaixaazulmarcosaurelio

O presidente da Casa, Marcus Vinícius Rios Faria (MDB), explica que o plenário é soberano nas decisões. A repercussão negativa e as dúvidas fizeram com que os parlamentares ganhassem mais tempo para analisar a lei:


Marcus Vinícius Rios Faria
projetofaixaazulmarcusvinicius1

O procurador-geral do Município, Júlio César Oliveira, prometeu encaminhar um projeto regulamentando os valores de estacionamento rotativo a serem cobrados de carros e motos. Porém, o Legislativo preferiu aprofundar nas discussões para evitar erros e penalizar a população:

Marcus Vinícius Rios Faria
projetofaixaazulmarcusvinicius2

O projeto deverá ser votado na próxima segunda-feira (03) caso não seja retirado pela prefeitura. Dessa forma a matéria poderá ser alterada e voltar a tramitar novamente até ser votada em plenário.

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm