Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Família pede ajuda na busca por doador de medula para tratar Anemia Falciforme em jovem de 16 anos

Divulgação

A Anemia Falciforme é uma doença que já acometeu 77 mil brasileiros. O diagnóstico é feito pelo chamado teste do pezinho, o qual é realizado logo quando a criança nasce.

A doença é rara e provoca a alteração das células hemácias que perdem a forma arredondada, endurecendo e ficando com aspecto de uma foice, daí o nome anemia falciforme.

Essas células dificultam a passagem do sangue pelos vasos, comprometendo órgãos e tecidos. Os tratamentos incluem medicamentos, transfusões de sangue e transplante de medula óssea.

O jovem Pedro Raniel Reis, de 16 anos, reside na cidade de Passos, na região Sudoeste de Minas Gerais. Desde o nascimento que ele enfrenta os sérios problemas de saúde.

Um grupo de pessoas, incluindo pessoas de Pará de Minas, ficou comovido com a história e se uniu em uma campanha em prol da saúde do adolescente. Todos começaram a fazer pedidos pelos canais de comunicação.

O pai do rapaz, Julielves dos Reis trabalha como vigia na Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Já a mãe do jovem, Patrícia Reis, está desempregada e sofre de depressão.

Ela explica que estava cursando o curso de Assistência Social e teve que parar os estudos por causa dos problemas de saúde do filho. São muitas crises e muitas dores que o rapaz enfrenta e a situação é delicada:

Patrícia Reis
medulaosseapatricia

Divulgação

Pedro Raniel Reis disse que desde o início da vida vem sofrendo crises e está tomando medicamentos fortes para suportar as dores pelo corpo. As idas a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) são constantes:

Pedro Raniel Reis
medulaosseapedroraniel

A empresária Creuza Maria Gonzaga é amiga da família e está engajada na campanha para conseguir um doador de medula óssea para o adolescente. Segundo ela, o exame do doador é simples e rápido e pode salvar uma vida:

Divulgação

Creuza Maria Gonzaga
medulaosseacreuzagonzaga

Divulgação

Para integrar o cadastro de doadores de medula óssea é necessário ter entre 18 e 55 anos, boa saúde e não apresentar doenças como as infecciosas ou as hematológicas; apresentar documento oficial de identidade com foto; preencher alguns formulários da Fundação Hemominas.

Também é preciso colher uma amostra de sangue para testes, para fazer o exame HLA (Antígenos Leucocitários Humanos) que irá determinar as características genéticas necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.

Outras informações de como doar medula óssea podem ser obtidas em uma das unidades da Fundação Hemominas. O contato com a família de Pedro Raniel pode ser feito pelo telefone (35) 999408708.

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm