Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Mercosul e Cingapura discutem ampliação de comércio e investimentos


Às vésperas da abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o governo brasileiro negocia a ampliação do acordo comercial do bloco Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) com Cingapura, terceiro parceiro estratégico na região e uma importante porta de entrada no Sudeste Asiático.

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, destacou ontem (24) a importância de incrementar a parceria. Para ele, é necessário abrir novos eixos de investimento entre o Mercosul e Cingapura, como fundos de GIC (fundo de investimento do governo de Cingapura) e Temasek (empresa de investimento do governo de Cingapura). O total do investimento direto de Cingapura nos países do bloco totalizou US$ 2 bilhões de dólares em 2016.

Segundo o chanceler, há possibilidades para investimentos de Cingapura em setores como petróleo, portos, aeroportos, estradas e eletricidade. Apesar do cenário global impactado por políticas protecionistas, que resulta no enfraquecimento do sistema multilateral de comércio, o chanceler brasileiro vê como prioridade a diversificação de nossas parcerias comerciais e econômicas.

Saldo
Em 2017, a corrente de comércio entre o Mercosul e Cingapura foi de aproximadamente US$ 3,6 bilhões de dólares, dos quais US$ 3,4 bilhões relativos ao comércio bilateral (Brasil-Cingapura).

Os principais produtos exportados pelo Brasil para Cingapura foram plataformas de exploração e perfuração, óleos combustíveis, partes de motores e turbinas para avião, ferro-ligas e carne de frango congelada.

Já os principais produtos importados de Cingapura pelo Brasil foram inseticidas e herbicidas, óleos combustíveis, circuitos integrados e microconjuntos integrados, medicamentos e polímeros de etileno.

Brasil-Áustria
Também nesta segunda-feira, Aloysio Nunes reuniu-se com a ministra dos Negócios Estrangeiros da Áustria, Karin Kneissl. No encontro, definiram que Brasil e Áustria trabalharão para o fortalecimento das relações bilaterais para o comércio e os investimentos.

Atualmente a Áustria comanda o Conselho da União Europeia e o Mercosul e o bloco europeu tentam negociar acordos, encerrando impasses, há 18 anos. As autoridades brasileira e austríaca coincidiram em que o acordo tem um significado estratégico, associando os dois blocos a um projeto comum de integração, inclusive com regras e padrões convergentes.

O chanceler brasileiro elogiou o governo austríaco pelo Tratado para a Proibição de Armas Nucleares (TPAN). A aprovação do TPAN confirma o compromisso da maioria da comunidade internacional com o desarmamento nuclear. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm