Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Para ministro, Temer deixará legado de obras e projetos

Tomaz Silva/Agência Brasil

O presidente Michel Temer deixará um legado de obras que estão sendo inauguradas este ano e projetos que foram retomados e estarão prontos para execução pelo governo que assumir a partir de 1º de janeiro. A informação é do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, que detalhou uma série de iniciativas, principalmente em infraestrutura e habitação, que marcarão os últimos meses da atual administração. Ele falou durante visita, na sexta-feira (21), ao estado do Rio.

“São 700 mil moradias contratadas em 2018 que estarão sendo construídas entre 2019 e 2021. Este é um legado na habitação. Temos mais de R$ 11 bilhões em obras de saneamento que são tocadas em todo o país e estarão sendo evoluídas de 2019 em diante. Temos mais de R$ 4 bilhões em obras de mobilidade urbana, como a expansão do metrô de Fortaleza e a ligação da Estação Gávea no Rio. Todas essas obras estão sendo evoluídas e continuadas e nosso desejo é que aquelas paralisadas sejam retomadas, porque ficam como legado sua conclusão e o uso responsável do recurso público”, disse o ministro.

Baldy detalhou os investimentos em habitação, que é um dos setores de maior geração de vagas de trabalho, principalmente para pessoas jovens e de pouca qualificação. “Todos os dias, desde o início do governo do presidente Temer, nós estamos entregando, aproximadamente, 1.200 moradias em todo o Brasil. E também estamos celebrando novas contratações de unidades habitacionais. São R$ 75 bilhões em investimentos, recursos da União, do FGTS, para que, nos próximos dois ou três anos, o volume de entregas continue, gerando empregos. São mais de 1,4 milhão de empregos que serão gerados com esses investimentos”, destacou Baldy

Segundo ele, quando o governo Temer assumiu, em agosto de 2016, havia um grande número de obras paralisadas e que depois foram retomadas. “Nós tínhamos 181 mil moradias paralisadas quando iniciamos o governo. Este mês, estamos concluindo com 29 mil paralisadas ainda. É um número expressivo, mas que desejamos reduzir. Porém, são necessárias medidas judiciais para que as obras sejam retomadas. A gente não quer ter nenhuma moradia paralisada no Brasil”, frisou.

Semana do Trânsito
Baldy participou de diversas agendas no estado do Rio, incluindo a entrega de 700 moradias em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, a inauguração de uma indústria, no município de Piraí, e uma ação educativa em comemoração à Semana do Trânsito, no Rio, quando foi feita uma blitz de trânsito apenas para orientar os motoristas.

“Aqui no estado do Rio, vamos deixar um legado de obras em andamento e a se iniciar, de saneamento básico, na ordem de R$ 4 bilhões. Estamos avaliando agora, por exemplo, uma obra que o governo do estado nos pleiteia, por meio da Cedae [Companhia Estadual de Água e Esgotos], que é a recuperação da Baía de Guanabara. Uma obra, entre outras intervenções, de coleta e tratamento de esgoto, de R$ 2,1 bilhões, que nós desejamos ainda deliberar este ano aqui no Rio. É claro que serão os próximos governos estadual e federal que vão executar”, afirmou Baldy. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm