Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Operário-PR cala a arena Pantanal lotada e conquista a Série C

Foto: José Tramontin/OFEC

O Operário-RS é o novo campeão da Série C do Brasileirão! Neste sábado (22), o Fantasma superou o Cuiabá por 1 a 0, calando os 41.311 torcedores presentes na Arena Pantanal. O número de espectadores, inclusive, bateu o recorde de público do estádio, superando os 40.499 presentes na partida entre Nigéria e Bósnia, na Copa do Mundo de 2014. Bruno Batata marcou o gol do título. O goleiro Simão foi o grande nome da decisão: sem sofrer gols, o camisa 1 do Fantasma foi brilhante nos minutos finais do jogo ao fazer verdadeiros milagres.

Na primeira partida, em Ponta Grossa (PR), as equipes empataram em 3 a 3. Com o triunfo, o Fantasma tornou-se a primeira equipe do Brasil a conquistar a Série D e a Série C em anos consecutivos.

A bola mal rolou e a partida precisou ser paralisada. Isso porque a energia da Arena Pantanal caiu aos três minutos de jogo. Foram necessários 90 minutos de espera para que a bola pudesse rolar novamente. Após a pausa, os times retomaram a partida. O goleiro Simão começou a protagonizar o duelo já na primeira etapa, salvando o Operário-PR com pelo menos duas defesas complicadas. O maior milagre foi aos 47 minutos, quando o goleiro paranaense fez excelente defesa em cabeceio de Adriano Pardal, que apareceu cara a cara com o camisa 1.

O Fantasma voltou com tudo para a etapa final, conseguindo abrir o placar logo aos nove minutos. Quirinho cruzou pela esquerda, Souza espalmou dando rebote, a bola sobrou limpa para Bruno Batata empurrar para o fundo das redes. Na marca dos 18, quase o Cuiabá empatou, em pancada de Doda, que pegou na trave de Simão. Aos 37 minutos, por pouco o Operário-PR não decretou de vez a vitória, em chute de Bruno Batata após contra-ataque fulminante. A bola passou pertinho do ângulo do goleiro Victor.

Nos minutos finais, o Cuiabá, empurrado pela torcida, imprimiu pressão incrível no rival. Mas o goleiro Simão estava iluminando, salvando brilhantemente em chute rasteiro, da marca do pênalti. Depois, contou com a sorte em bola que bateu na trave e depois na cabeça do goleiro do Fantasma. Aos 48, Simão salvou mais uma vez, em bola cabeceada dentro da área: o goleiro deu um tapa e mandou o perigo para fora. Depois de suportar o sufoco, o Operário-PR finalmente pôde soltar o grito de “é campeão!”. Com site da CBF

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm