Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Cunhado de Ana Hickmann deve ser ouvido nesta segunda

Marcelo Almeida/TJMG

Será realizada em 18 de dezembro, a partir das 9h, no Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, a segunda audiência de instrução e julgamento do crime envolvendo a morte de um suposto fã da apresentadora de TV Ana Hickmann, ocorrido em maio de 2016. Ele foi morto pelo cunhado da apresentadora, Gustavo Correa, após o fã ter invadido o hotel onde eles estavam hospedados em Belo Horizonte. Para a audiência, está prevista a oitiva de duas testemunhas e, possivelmente, o interrogatório do réu.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Outra testemunha deve prestar depoimento na cidade de São João Nepomuceno por meio de carta precatória já enviada para a comarca. A juíza Amâlin Aziz Sant´ana, sumariante do 2º Tribunal do Júri da capital, pode dar continuidade ao processo com o interrogatório do acusado, antes de receber o depoimento que será colhido por carta precatória.

Na primeira audiência, foram ouvidas outras quatro testemunhas, entre elas a apresentadora Ana Hickmann
No dia 6 de novembro, foi juntado aos autos o laudo pericial da Polícia Civil de Minas Gerais com as respostas aos quesitos formulados pela acusação e pela defesa. Outro laudo de um perito particular que realizou a reconstrução da cena do crime já havia sido anexado ao processo.

Segundo o Ministério Público, Gustavo Correa agiu com intenção de matar e cometeu um homicídio doloso, já que desferiu três tiros na nuca do rapaz. A defesa do acusado argumenta que o réu agiu em legítima defesa, pois entrou em luta corporal com o fã, que havia tomado como reféns Ana Hickmann e outros integrantes de sua família.

Na primeira audiência, em outubro, foram ouvidas outras quatro testemunhas, entre elas a esposa e a mãe do réu, além da apresentadora de TV. No dia 18 de dezembro, a artista não é obrigada a comparecer ao Fórum Lafayette.

Para a audiência, está prevista a oitiva de duas testemunhas e, possivelmente, o interrogatório de Gustavo Correa

Após a oitiva das testemunhas, o interrogatório do acusado e a fase de alegações finais, a juíza sumariante do 2º Tribunal do Júri vai decidir se Gustavo Correa será inocentado ou julgado pelo júri popular. Com informações da Assessoria de Comunicação Institucional TJMG

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm