Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Técnicos brasileiros aproveitam férias para aprimorar conhecimentos

CBF Academy/Divulgação

Depois de uma temporada intensa, muitos profissionais procuram aproveitar as férias para descansar e curtir a família. Mas, para treinadores de futebol, o recesso dos campeonatos também serve para estudar e voltar ao trabalho com novas ideias.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

– O que faz a gente abdicar das férias é o aprendizado continuado. Poder nesse momento, junto com outros colegas de profissão, trocar conhecimentos e compartilhar vivências é o que faz a gente crescer –destacou Roger Machado, técnico do Palmeiras.

Com um novo desafio pela frente em 2018, Roger Machado, que acertou recentemente com o Palmeiras, é um dos mais participativos nas atividades. A cada tempo livre entre uma aula e outra, o ex-jogador procura sentar com alguns colegas e debater o conteúdo que foi aplicado. Para ele, a troca de conhecimentos entre os colegas de classe é fundamental.

– Eu sempre pautei a minha vida na tese de que se for para fazer algo, que se faça por inteiro. Quando a aula acaba, eu procuro sentar com alguém para debater o que foi aprendido. Faço isso porque eu acredito que de duas ideias diferentes pode sair uma terceira que ainda não foi pensada – comentou Roger.

A temporada 2017 foi emocionante para Vagner Mancini. Iniciou o ano como técnico da Chapecoense e, no período em que ficou no clube, ajudou a equipe a se reerguer após o acidente aéreo. No segundo semestre, teve o segundo desafio de manter o Vitória na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Resultado: na última rodada, o Vitória conseguiu manter-se na elite do futebol brasileiro devido ao triunfo da Chapecoense contra o Coritiba.

Agora, na Licença A, Mancini pode relembrar a temporada e debater com colegas de profissão o que pode ser mantido, aperfeiçoado e feito de novo dentro de campo.

– O curso da CBF é o momento de reencontro, descontração e de muita conversa. A turma é bem interada porque são pessoas que você conhece há anos. Lógico que cada um defende o clube em que trabalha, mas a união é grande. Acredito que isso seja o diferencial dessa geração, que busca o melhor para a profissão e para o futebol – disse Mancini. Com informações da CBF

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm