Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Brasil vence México e consegue quinta vitória no Mundial

Foto: Divulgação/FIVB

A seleção brasileira feminina de vôlei conseguiu a quinta vitória no Campeonato Mundial. Na madrugada desta segunda-feira (08.10), o time verde e amarelo venceu, de virada, o México por 3 sets a 1 (23/25, 25/23, 25/13 e 25/19), em 1h55 de jogo, em Nagoya, no Japão. A equipe do treinador José Roberto Guimarães luta pelo título inédito da competição.

O Brasil voltará à quadra à 1h25 desta quarta-feira (10.10) contra a Holanda.

Na classificação geral do grupo E, as brasileiras aparecem em terceiro lugar, com 16 pontos (cinco resultados positivos e dois negativos). A Sérvia lidera, com 21 pontos (sem perder sets) e a Holanda está na segunda posição, com 20 pontos – também ainda sem resultado negativo. O Japão, no momento, é o quarto colocado, com 15 pontos (cinco vitórias e uma derrota), mas duela com Porto Rico ainda nesta segunda-feira. Os três primeiros de cada grupo passarão para a terceira fase da competição.

A oposta Tandara foi a maior pontuadora do confronto, com 25 pontos. As ponteiras Gabi e Drussyla, com 15 e 14 pontos cada, também se destacaram no confronto. Pelo lado do México, a atacante Rangel marcou 23 pontos.

Ao final do duelo, o treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da atuação das brasileiras contra o México.

“O começo do jogo foi reflexo da partida de ontem com o time querendo muito, mas sem tranquilidade para executar os movimentos. O equilíbrio faltou no começo da partida, mas com a entrada da Drussyla tudo se acalmou e a equipe se ajustou durante o confronto. O México tem jogadoras interessantes com três saques viagens que nos incomodaram e um ataque forte arriscando tudo. Foi um bom jogo porque nosso time teve que correr atrás do resultado o tempo inteiro”, explicou José Roberto Guimarães, que ainda falou da expectativa para o próximo duelo das brasileiras.

“A Holanda é um time que ganhou jogos importantes contra a Alemanha e o Japão. Elas têm jogado bem e o ponto de força tem sido a Sloetjes (oposta) que tem apresentado um voleibol de altíssimo nível, assim como a Anne (ponteira) que ajuda muito o time e a Belien (central) que vem bem. É uma equipe que está coesa e tem apresentado um bom voleibol. Esse resultado contra a Holanda é fundamental para o nosso grupo”, explicou José Roberto Guimarães.

Um dos destaques do grupo brasileiro contra o México, a ponteira Drussyla falou da emoção de disputar seu primeiro Mundial adulto.

“Acredito que a nossa atitude no jogo de hoje foi muito importante. Revertemos uma situação difícil no início da partida para conseguirmos a vitória. Nenhum jogo nesse Mundial será fácil. Sei do meu papel no grupo e estou realizando o sonho de jogar essa competição. Espero ajudar o Brasil da melhorar maneira possível”, afirmou Drussyla.

O JOGO

A partida começou equilibrada. Bem no bloqueio, o México fez 7/5. Se aproveitando dos erros das brasileiras, o México abriu quatro pontos (11/7). O time mexicano manteve a vantagem no placar e foi para a segunda parada técnica vencendo por 16/12. As mexicanas fizeram um ponto de saque e abriram cinco pontos (18/13). O Brasil cresceu de produção e encostou no placar (21/20). O México segurou a reação do time verde e amarelo e levou a melhor no primeiro set por 25/23.

O Brasil fez o primeiro ponto do segundo set. A parcial também iniciou equilibrada. O México tinha um de vantagem no primeiro tempo técnico (8/7). Bem no bloqueio, o time verde e amarelo abriu dois pontos (12/10). As brasileiras foram para o segundo tempo técnico vencendo por 16/13. A ponteira Drussyla fez um ponto de ataque e o time verde e amarelo manteve a vantagem no marcador (18/16). O Brasil segurou a vantagem até o final e venceu o segundo set por 25/23.

O terceiro set também começou equilibrado. Bem nos contra-ataques, o México abriu dois pontos (5/3). O Brasil cresceu de produção e fez oito pontos seguidos (11/5). A ponteira Drussyla se destacava no ataque e as brasileiras fizeram 17/8. Quando o Brasil chegou a 10 pontos de vantagem no placar (19/9), o treinador do México pediu tempo. O Brasil dominou a parcial até o final e venceu o terceiro set por 25/13.

O Brasil iniciou melhor no segundo set e fez 5/3. A oposta Tandara conseguiu um ponto de largada e o Brasil manteve três pontos de vantagem no placar (12/9). O Brasil foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/14. As brasileiras abriram quatro pontos no placar (20/16) e o técnico do México pediu tempo. O Brasil segurou a vantagem até o final e venceu o quarto set por 25/19 e o jogo por 3 sets a 1.

EQUIPES:

Brasil – Dani Lins, Tandara, Natália, Gabi, Adenízia e Bia. Líbero – Suelen
Entraram – Drussyla, Roberta, Thaisa
Técnico – José Roberto Guimarães

México – Sashiko, Bricio, Rangel, Guadalupe, Moreno e Valle. Líbero – Lopez
Entraram – Valdez e Landeros
Técnico – Naranjo Ponce

Tabela – Primeira fase – Hamamatsu (Japão)

29.09 (SÁBADO) – Brasil 3 x 0 Porto Rico (27/25, 25/12 e 25/7)
30.09 (DOMINGO) – Brasil 3 x 0 República Dominicana (25/15, 25/20 e 25/22)
01.10 (SEGUNDA-FEIRA) – Brasil 0 x 3 Sérvia (21/25, 18/25 e 19/25)
03.10 (QUARTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Quênia (25/13, 25/10 e 25/16)
04.10 (QUINTA-FEIRA) – Brasil 3 x 0 Cazaquistão (25/11, 25/20 e 25/13)

Segunda fase – Nagoya (Japão)

07.10 (DOMINGO) – Brasil 2 x 3 Alemanha (25/14, 25/19, 30/32, 19/25 e 15/17)
08.10 (SEGUNDA) – Brasil 3 x 1 México (23/25, 25/23, 25/13 e 25/19)
10.10 (QUARTA-FEIRA) – Brasil x Holanda, à 1h25 (horário de Brasília)
11.10 (QUINTA-FEIRA) – Brasil x Japão, às 7h20 (horário de Brasília)
Com site da CBV

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm