Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Governo de MG cometeu apropriação indébita ao reter o IPVA, afirma deputado


A cada começo de ano o governo de Minas Gerais recolhe o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O tributo pode ser pago em três parcelas ou cota única com um desconto.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Uma parte desse recurso arrecadado fica nos cofres estaduais e a outra parte é repassada para as prefeituras onde os veículos foram licenciados e o restante é destinado ao FUNDEB. Mas, em 2018 a situação financeira agravou tanto que a verba foi retida pelo governo de MG.

Os prefeitos estão preocupados com a falta do envio dos recursos financeiros, especialmente nos municípios de menor porte. As despesas não param e falta dinheiro para manter a prestação de serviço e o pagamento de funcionários.

O Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE-MG) está fazendo uma auditoria prestar esclarecimentos sobre denúncia de atraso e retenção de repasses do IPVA e do ICMS.

A representação contra o governo de Minas Gerais foi impetrada pela AMM (Associação Mineira dos Municípios). Um grande movimento dos prefeitos também foi feito para pressionar o governador Fernando Pimentel (PT).

A situação é acompanhada de perto pela Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG). De acordo com o deputado estadual Inácio Franco (PV), isso configura uma apropriação indébita. Depois de tomar uma ação considerada absurda o governo de MG prometeu colocar tudo em dia:


Inácio Franco
faltaderepassesipvainaciofranco1

O governo do Estado enfrenta uma crise financeira gravíssima e está negociando a venda das ações da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (CODEMIG) visando angariar recursos para reforçar o caixa:

Inácio Franco
faltaderepassesipvainaciofranco2

Sem o repasse dos valores do IPVA o município de Pará de Minas não se compromete em conceder um reajuste salarial aos servidores. Esta foi à justificativa dada pelo prefeito Elias Diniz (PSD) ao explicar o não envio do projeto de aumento salarial do funcionalismo para a Câmara Municipal.

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm