Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Presidente do TSE e PGR destacam segurança do sistema eletrônico

Valter Campanato/Agência Brasil

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, afirmou ontem (6) que o sistema eletrônico de votação brasileiro é “ágil, seguro, confiável e, sobretudo, auditável”. A afirmação foi feita depois de cerimônia de verificação de assinatura do Sistema de Gerenciamento da Totalização das Eleições e de visita ao Centro de Divulgação das Eleições, instalado no TSE e destinado à imprensa.

A cerimônia foi realizada com o objetivo de checar se os sistemas instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral são os mesmos da Cerimônia de Assinatura Digital e Lacração dos Sistemas Eleitorais, realizada no dia 6 de setembro.

“Nosso sistema eletrônico de votação é ágil, seguro, confiável e, sobretudo, auditável. Há condições de auditagem, como já ocorreu, sem que tenha sido constatado sequer um caso comprovado de fraude. Esse aspecto é muito importante para tranquilizar os brasileiros de que a sua manifestação de vontade nas urnas será contabilizada exatamente na medida em que foi depositada na urna”, afirmou Rosa Weber.

A procuradora-geral eleitoral, Raquel Dodge, também destacou a segurança do sistema eleitoral brasileiro. “O sistema eleitoral é seguro, garante eleições hígidas e que a vontade do eleitor será aquela depositada na urna”, disse Raquel. “ Isso é muito importante porque as pessoas precisam acreditar que o sistema democrático não só funciona, mas está sendo garantido pela própria Justiça Eleitoral. A cerimônia de hoje atraiu a presença de correspondentes internacionais, não só da área da imprensa, de organizações independentes que vieram analisar a higidez desse sistema”, ressaltou a procuradora.

Raquel Dodge afirmou que o Brasil precisa se orgulhar de ter uma Justiça Eleitoral sólida, que funciona diuturnamente, cumprindo prazos, para que, no dia das eleições, todas as questões estejam resolvidas e a urna eletrônica funcionando adequadamente e de forma segura.

“Não é fácil atingir esse ponto de maturidade que o Tribunal Superior Eleitoral atingiu, a ponto de debelar todas as mazelas de fraudes eleitorais que o Brasil apresentava em anos passados e hoje, com a urna eletrônica, isso não mais acontece. São quase 140 milhões de eleitores num território continental que podem contar com a certeza de que a urna funciona e que ela está habilitada a contar adequadamente a vontade do eleitor”, acrescentou a procuradora.

Democracia
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, lembrou a pesquisa do instituto Datafolha, divulgada ontem, segundo a qual 69% dos brasileiros consideram a democracia o melhor regime de governo. “Essa pesquisa tem um histórico que demostra que estamos vivendo o momento de maior credibilidade da democracia. Isto é muito importante – o povo acreditar que o melhor regime é o estado democrático de direito. Parabéns ao povo brasileiro”, afirmou Toffoli. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm