Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Cruzeiro mostra raça, mas se despede da Libertadores com empate no Mineirão

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Diante de mais de 55 mil torcedores, o Cruzeiro fez uma grande partida, lutou muito, mas se despediu da Conmebol Libertadores ao empatar com o Boca Juniors no Mineirão pelo placar de 1 a 1. Os gols da partida foram marcados por Sassá, no início da segunda etapa e Pavon, ao apagar das luzes.

O jogo foi bastante conturbado, principalmente pela cera do time argentino e a arbitragem confusa de Andrés Cunha. Ele assinalou jogo perigoso do zagueiro Dedé, em lance que resultou no gol de Barcos, ainda no primeiro tempo.

No segundo tempo, ele chegou a marcar um pênalti para o Cruzeiro, mas voltou atrás alegando impedimento de Barcos no início da jogada, com muito atraso. Além dos lances, o árbitro ainda expulsou Dedé, em lance de falta normal no meio-campo.

O time volta a campo agora somente na próxima quarta-feira, quando enfrentará o Corinthians pela primeira partida da decisão da Copa do Brasil. O jogo está marcado para as 21h45, no Mineirão. O segundo jogo será no dia 17 desse mês, na Arena Corinthians, em São Paulo.

O Jogo

O Cruzeiro começou a partida partindo para cima da equipe argentina. Logo aos 13 segundos a primeira boa chance. Lucas Silva lançou para o ataque, Dedé ganhou no alto e a bola sobrou para De Arrascaeta que matou na coxa e bateu para o gol. Rossi defendeu.

Doze minutos depois, boa trama do meio-campo celeste. De Arrascaeta ganhou do marcador e tocou para Thiago Neves, o meia driblou o marcador e arriscou para o gol, a bola passou a direita do gol de Rossi.

Aos 20 minutos o Cruzeiro criou grande chance. De Arrascaeta driblou e cruzou na área, Robinho ajeitou e Thiago Neves chutou por cima do gol de Rossi, com grande perigo.

O Boca Juniors assustou aos 28 minutos. Zarate fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e tentou o toque para trás, Pavón pegou o rebote e chutou cruzado, Egídio acabou aliviando a defesa.

No lance seguinte, mais uma grande oportunidade para a Raposa. Egídio recebeu na esquerda e enxergou a penetração de Thiago Neves na área, o meia por pouco não completou para o gol adversário

Antes do fim do primeiro tempo Lucas Silva arriscou da intemerdiária e o goleiro Rossi fez grande defesa para escanteio.

No último lance do primeiro tempo, falta na direita para o Cruzeiro. Edilson cruza para área, o goleiro Rossi soca nos pés de Barcos e o artilheiro completa para o gol. O juiz Andrés Cunha marca lance perigoso de Dedé e anula o lance celeste.

Segundo Tempo

O Cruzeiro voltou para o segundo tempo na procura do primeiro gol. Com um minuto, Edilson recebeu na direita e cruzou para área, Thiago Neves subiu e cabeceou para cima do gol.

Sassá entrou no lugar de Lucas Silva e no primeiro lance em campo botou o Cruzeiro na frente do placar aos 12 minutos. Thiago Neves cobrou escanteio, Léo cabeceou, a bola bateu em Barcos e sobrou livre para o Sassá. 1 a 0 Cruzeiro.

Ábila entrou na partida aos 35 minutos e três minutos depois mandou na trave. Cruzamento para área, o desvio na entrada da área e o centroavante cabeceou na trave direita de Fábio.

Aos 42 minutos, o lance que poderia mudar o jogo. Edilson cruzou para Thiago Neves, que dividiu com o goleiro. A bola sobrou para Raniel, que tentou dominar e adiantou a bola, facilitando para o goleiro do Boca Juniors.

No fim do jogo, o Boca Juniors chegou ao empate. Lançamento para Ábila, o atacante tocou para Pavon que fuzilou para o gol, sem chances para o goleiro Fábio.

CRUZEIRO 1 X 1 BOCA JUNIORS

Motivo: Jogo de volta das quartas de final da Conmebol Libertadores
Data: 04/10/2018 (quinta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Público: 56.791 presentes / 48.925 pagantes
Renda: R$2.652.600,00
Gols: Sassá aos 12 minutos e Pavon aos 48 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Rafael, Egídio e Dedé (Cruzeiro), Pavon e Perez (Boca Juniors)
Cartão vermelho: Dedé (Cruzeiro)

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Sassá), Robinho, Thiago Neves e De Arrascaeta (Rafinha); Barcos (Raniel). Técnico: Mano Menezes

Boca Juniors: Rossi, Bufarini, Izquierdoz, Mangallan e Olaza; Nández, Barrios e Pérez (Gago); Pavon, Zárate (Ábila) e Villa (Cardona) Técnico: Guilherme Barros Schelotto
Com site do Cruzeiro

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm