Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Flávio Marcus

  • At Ana Brito’s Coffee Shop

    At Ana Brito’s Coffee Shop

    Por Flávio Marcus da Silva I’m not worried about the future. Next semester? Next year? I don’t give ...

  • Everything will pass

    Everything will pass

    Por Flávio Marcus da Silva I’m sad today because one of my cousins passed away. He was only 50 years...

  • Is this happiness?

    Is this happiness?

    Por Flávio Marcus da Silva Sometimes giving up is a kind of balm for the soul. It opens a path for y...

  • Filhos: tê-los ou não tê-los?

    Filhos: tê-los ou não tê-los?

    Por Flávio Marcus da Silva Ter filhos não é brincadeira; ou melhor, não é só brincadeira… É ce...

  • Ramon gives up

    Ramon gives up

    Por Flávio Marcus da Silva Ramon gave up. He resigned from his job. The pressure was too much, he di...

At Ana Brito’s Coffee Shop

Por Flávio Marcus da Silva I’m not worried about the future. Next semester? Next year? I don’t give a shit. I think a little bit about the next month; a little bit more about the next week; and that’s it. A normal father would be worried about his children’s education: schools, colleges and grades (what in a normal father’s mind ...

Leia Mais »

Everything will pass

Por Flávio Marcus da Silva I’m sad today because one of my cousins passed away. He was only 50 years old and had a serious lung infection. He was alone in his apartment in Rio when he lost conscience. He was found the next day by a neighbor that broke his door. He wasn’t dead yet, they took him to ...

Leia Mais »

Is this happiness?

Por Flávio Marcus da Silva Sometimes giving up is a kind of balm for the soul. It opens a path for you to be yourself, to feel pleasure. I’m here, alone, in peace with myself. I’m not there, at the top. I don’t want to be there. My place is here, at this garden, with roses, birds and butterflies. And ...

Leia Mais »

Filhos: tê-los ou não tê-los?

Por Flávio Marcus da Silva Ter filhos não é brincadeira; ou melhor, não é só brincadeira… É certo que há muitas pessoas com filhos que não lhes dão a devida atenção, o devido carinho, a educação necessária, o tempo necessário, o amor necessário. Mas perfeição também não existe. Esse negócio de idealizar a maternidade e a paternidade é complicado. Tem ...

Leia Mais »

Ramon gives up

Por Flávio Marcus da Silva Ramon gave up. He resigned from his job. The pressure was too much, he didn’t endure it. As part of a system, Ramon had to function according to the machine manual, but he couldn’t. He didn’t see himself in that manual, he wasn’t like that; but he had to fit in. The rule was clear: ...

Leia Mais »

I don’t care

Por Flávio Marcus da Silva I’m alone at home. In front of me, on the table, there’s a book I’ve been reading for two days, but now I’m trying to give it up because it’s extremely depressing: The passion according to G.H. My beard is long and thick. My wife doesn’t like it. She doesn’t want to kiss me anymore ...

Leia Mais »

Chapeuzinho Vermelho: um novo começo

Por Flávio Marcus da Silva Há muitos anos, num reino muito distante, Chapeuzinho Vermelho era dona de uma fábrica de doces chamada Doces da Vovó. Lá ela produzia tortas e bolos que eram muito apreciados nas vilas e arraiais da região. Chapeuzinho herdara a fábrica de sua Vovó, uma velhinha simpática que, ao se aposentar, foi viver numa casa feita ...

Leia Mais »

Ramon e a Sacolinha Retrô

Por Flávio Marcus da Silva No dia seguinte à festinha de aniversário de oito anos do seu filho, Ramon foi sumariamente excluído do Grupo de Pais da turma do menino no WhatsApp. “O que será que aconteceu?”, perguntou Ramon à esposa. Ela sabia a resposta, mas preferiu não dizer; estava muito cansada, não queria discutir. “Fiz tudo direitinho, não fiz?”, ...

Leia Mais »

Silence

Por Flávio Marcus da Silva I’m alone in Vienna… It’s such a beautiful city, and it smells so good… I’m feeling great here. Now I’m walking purposeless near the Hofburg Palace. I buy a cappuccino to take and seat in front of a church that looks like a synagogue, but it’s not, because there are Christian symbols on its façade. ...

Leia Mais »

Chapeuzinho Vermelho em Londres

Por Flávio Marcus da Silva Chapeuzinho Vermelho passou a última semana de dezembro pensativa. Embora achasse Papai Noel um grande imbecil, ficou amolada com a sua morte trágica. O acidente… Não foi acidente, claro. As renas revoltadas decidiram se suicidar e levaram Papai Noel com elas. Por quê? Má gestão de renas? Não. Papai Noel agiu corretamente com elas: humilhou-as ...

Leia Mais »

Ramon’s new friend

Por Flávio Marcus da Silva It has just arrived. It’s in a little cardboard box, with a warning note on it: Fragile. “But it’s not fragile”, thinks Ramon, unwrapping the thing. “It’s just… I have to check it with Rufus. He will know if it’s pure or not”, Ramon says to himself. Ramon is happy. He was waiting the parcel ...

Leia Mais »

Fale, ‘Ulysses’

Por Flávio Marcus da Silva Cheguei à página 336 de Ulysses transformado, mas não sei dizer ainda no quê. Não me sinto leve. Nem chocado. Indiferente, talvez. Uma indiferença pesada… Não quero saber. Cheguei à página 336: “Pressa. Ande devagar. Momentinho mais. Meu coração.” Algumas palavras, algumas frases, e o trecho termina com um peremptório “A salvo!”. Em seguida, um ...

Leia Mais »

Tchau, Ramon!

Por Flávio Marcus da Silva Sexta-feira à noite. Calor insuportável. Sozinho em casa, Ramon encheu uma taça de vinho branco e foi para a sala de televisão ver Plantão Médico. Tirou a roupa e jogou-a no chão. “Foda-se”, pensou, “amanhã eu junto isso e arrumo a bagunça toda”. Pelado, deitou-se no sofá e abriu as pernas para refrescar, mas não ...

Leia Mais »

To everywhere

Por Flávio Marcus da Silva Snow is falling in Budapest. The old city is beautifully white and cold. Some tourists walk over the Buda’s Hill, near the castle where the Habsburgs and other kings and queens used to live. The sky is crying sadly… The Chain’s Bridge is almost empty. A young man is there, looking down the river, his ...

Leia Mais »

Lendo ‘Ulysses’

Por Flávio Marcus da Silva Não sou crítico literário. Não entendo de literatura. Gosto de ler. E adoro livros que me desafiam. Como A paixão segundo G.H., de Clarice Lispector. Os Demônios, de Dostoiévski. Graça Infinita, de David Foster Wallace. Livros difíceis, profundos e devastadores, que me sugaram para dentro com a potência de mil cavalos. Viraram-me do avesso. E ...

Leia Mais »

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm