Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Onu afirma que Irã cumpriu acordo nuclear com grandes potências

Televisão Nacional Iraníana (Divulgação)

O Irã cumpriu nos últimos três meses com as exigências do acordo nuclear pactuado com seis grandes potências em julho de 2015 e em vigor desde janeiro de 2016, segundo um documento confidencial da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) ao qual a Agência EFE teve acesso nesta quinta-feira (31), em Viena.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

De acordo com o documento, o Irã mantém seus inventários de urânio enriquecido dentro dos limites de pureza e quantidade estipulados, uma medida cujo objetivo é fazer com que Teerã não possa desenvolver armamento nuclear em um curto prazo.

A AIEA afirma que seus inspetores visitaram todas as instalações e fizeram medições de vigilância nos centros nucleares iranianos previstos no acordo, que limita as atividades atômicas do país por um prazo entre 10 e 25 anos. Em troca, as potências assinantes – Estados Unidos, Rússia, Alemanha, China, França e Reino Unido – suspenderam suas sanções comerciais, diplomáticas e nucleares contra o Irã.

O pacto, impulsionado pelo governo americano anterior, foi considerado repetidamente pelo atual presidente dos EUA, Donald Trump, como um acordo ruim. Por sua vez, o presidente do Irã, Hassan Rohani, ameaçou se retirar do acordo caso Washington aplicasse novas sanções

Na semana passada, a embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Nikki Haley, visitou Viena para pedir à AIEA que o Irã cumpra “estritamente com suas obrigações”.

Obras paradas
O relatório indica que as autoridades iranianas mantêm paralisadas as obras em Arak, onde o Irã previa construir um reator de água pesada que poderia produzir plutônio, um material usado em bombas nucleares. As reservas iranianas de água pesada eram de 111 toneladas métricas em 7 de agosto e em nenhum momento, durante o período de inspeção, ultrapassaram as 130 toneladas, como exige o acordo.

O texto da AIEA aponta também que Teerã continua permitindo o uso de mecanismos de vigilância à distância e selos eletrônicos, bem como o trabalho dos inspetores, inclusive visitas surpresa às instalações.

O acordo procura limitar a capacidade e a magnitude do programa atômico iraniano, para garantir que o mesmo não seja possível desenvolver armas nucleares em menos de 12 meses. Esse período daria tempo à comunidade internacional para reagir, caso fossem detectadas atividades proibidas. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm