Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Cinco boxeadores brasileiros vivem a expectativa de estrear nos jogos olímpicos

boxe_rio16
Dos nove boxeadores brasileiros classificados para os Jogos Olímpicos Rio 2016, cinco são estreantes na competição. Andreia Bandeira (75kg), Patrick Lourenço (49kg), Joedison Teixeira, o Chocolate (64kg), Michel Borges (81kg) e Juan Nogueira (91kg) já se preparam para as emoções reservadas para os próximos dias, incluindo a entrada na Vila Olímpica, dia 2, e, para alguns, o desfile de abertura. Nesta segunda-feira, dia 1º, a seleção de boxe faz o último treino no Centro de Capacitação Física do Exército, na Urca, onde está hospedada.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Natural de Salvador (BA), Chocolate, de 22 anos, morou a maior parte de sua vida em São Paulo. Ele fará sua estreia no ringue olímpico dia 10, cinco dias depois da Cerimônia de Abertura, e já confirmou que irá desfilar. “Quero entrar no clima dos Jogos. Mesmo praticando boxe há 11 anos e com um bom currículo internacional, bate aquela expectativa. Acredito que meu principal adversário seja eu mesmo. São anos de superação”, afirmou o atleta, que herdou do pai, Joceval, o amor pela modalidade. “Ele me levava para assistir aos treinos dele desde pequeno”, contou o medalhista de bronze nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015.

Os cariocas Patrick, de 23 anos, e Michel, de 25, ambos da comunidade do Vidigal, terão a família por perto como um incentivo a mais na busca por uma medalha.

“Quando chegar à Vila vou me sentir um super-herói por estar entre atletas que tenho como ídolos. O Bolt, por exemplo, é um cara que todo mundo gostaria de tirar uma foto”, disse Patrick, que ganhou sua primeira medalha há três meses, com o nascimento da filha Eloá. “Agora vou em busca da segunda”, orgulha-se.

Ele conta que no boxe aprendeu valores como disciplina e respeito. “Você bate nos adversários e depois, respeitosamente, agradece por aquele treino. Existe muito companheirismo”, ensinou. Como luta no dia 6, Patrick não poderá estar presente à Cerimônia de Abertura. “Mas vou estar no encerramento, com certeza”, garantiu o campeão continental da categoria mosca-ligeiro, em 2013, no Chile.

Michel, um carioca com sangue nordestino, já que seus pais são paraibanos, comemora a oportunidade de disputar os Jogos Olímpicos do Rio. “Sempre falei que um dia disputaria a competição. Lutar em casa é de arrepiar, estimula demais. Luto muito bem com meus familiares e amigos por perto. É um fator mais do que positivo”.

Para ele, os boxeadores de Cuba e da Irlanda podem ser alguns de seus principais rivais na luta por uma medalha. “Aqui na Urca treinamos com os irlandeses, mas com o cuidado de não demonstrar todo o nosso potencial. Não conheço bem o atleta de Camarões, por exemplo. É necessário atenção com todos os adversários”.

Os boxeadores mais experientes da seleção são Robenilson de Jesus (56kg) e Robson Conceição (60kg), que disputaram os Jogos Olímpicos Pequim 2008 e Londres 2012. Também integram o grupo Adriana Araújo (60kg), medalhista de bronze em Londres, e Julião Neto (52kg), que esteve presente nesta mesma edição dos Jogos. As disputas acontecerão de 6 a 21 de agosto, no Pavilhão 6 do Riocentro. Com site do COB

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm