Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Comissões da ALMG analisarão projeto de lei que cria categoria escolar indígena

Marcelo Sant’Anna/Imprensa MG

Atendendo a uma antiga demanda dos povos indígena, o Governo de Minas Gerais encaminhou à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) um Projeto de Lei (PL) que cria a categoria Escola Indígena. O PL 5.037/18 altera a Lei 22.445, de 2016, que dispõe sobre a educação escolar indígena.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A expectativa, agora, é que o PL 5.037/18 seja apreciado nas comissões de Constituição e Justiça e de Educação, Ciência e Tecnologia. A votação, segundo a SEE, será em dois turnos.

Segundo a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Augusta Mendonça, a proposta enviada à ALMG na última semana é resultado de muito diálogo com os povos indígenas.

“Esse Projeto de Lei vem ao encontro das demandas dos povos indígenas de Minas e é resultado de debates e diálogos que estamos fazendo no âmbito da Comissão Estadual de Educação Indígena (Ceei) que foi implementada nesta gestão. A criação da categoria Escola Indígena demonstra um respeito à diversidade dos povos e aos seus processos de ensinar e aprender, ao diálogo que essas escolas promovem com suas comunidades para fazerem a gestão escolar. É uma ação que vem no sentido de oficializar esses processos diferenciados que são vivenciados pelas escolas indígenas no nosso Estado”, destaca Augusta.

Em mensagem enviada pelo à ALMG, o governador Fernando Pimentel ressalta que o objetivo do projeto é assegurar o direito das comunidades indígenas a terem seus próprios processos escolares.

As escolas da Categoria Escola Indígena serão regulamentadas por decreto.

A Comissão
A Comissão Estadual de Educação Indígena (Ceei) foi instituída pela Resolução SEE n°2.809, de 12 de novembro de 2015. Composta por representantes governamentais, da sociedade civil e dos povos indígenas indicados por seus pares e nomeados pela Secretaria de Estado de Educação (SEE), a Comissão é um órgão colegiado de caráter consultivo, com a atribuição de assessorar e monitorar a execução de políticas públicas da SEE no âmbito da educação escolar indígena.

Educação Indígena na rede estadual de ensino
Em Minas Gerais, há 19 escolas estaduais indígenas e duas turmas vinculadas a escolas não indígenas. O atendimento escolar indígena é feito em 64 endereços, localizados em sete Superintendências Regionais de Ensino (SREs). Nessas escolas, são atendidos cerca de 4.600 estudantes. Com informações da Ascom ALMG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm