Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Aumenta procura por empresas de cobranças e recuperação do crédito para limpar nome de devedores


A crise econômica do Brasil tem provocado muitas mudanças no comportamento de empresas, trabalhadores e clientes. Com o orçamento cada vez mais apertado, várias estratégias são utilizadas para superar os desafios.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A indústria, o comércio e a prestação de serviço sempre busca a queda na inadimplência por parte dos clientes. A facilidade do crédito é uma opção, mas precisa ser bem analisada pelos administradores.

O sistema financeiro é cheio de riscos e por isso as taxas de juros são muito altas no país. A concessão de crédito é uma das opções mais procuradas e mais riscos de sofrer perdas.

A situação é delicada por causa do grande número de pessoas desempregadas e endividadas. Sem dinheiro para quitar os débitos, milhares de pessoas transformam as faturas em bolas de neve.

De acordo com o economista Eduardo de Almeida Leite, a lei brasileira infelizmente protege muito os maus pagadores. Com isso as taxas de juros são altas porque os bancos correm um grande risco de tomarem calotes:


Eduardo de Almeida Leite
cobrancaseduardoalmeidaleite1

O país ainda enfrenta um período de profunda recessão econômica com queda na geração de emprego e renda. Esse cenário faz com que muitos empresários contratem o serviço de cobrança e recuperação de crédito:

Eduardo de Almeida Leite
cobrancaseduardoalmeidaleite2

Outro fator que agrava a inadimplência é a falta de planejamento dos consumidores brasileiros. Muitos se tornam maus pagadores porque não levaram em consideração todos os detalhes envolvidos na aquisição de produtos ou contratação de serviços:

Eduardo de Almeida Leite
cobrancaseduardoalmeidaleite3

Os especialistas em finanças orientam o cidadão a usar o cartão de crédito como meio de pagamento e nunca quitar o valor mínimo da fatura. O cheque especial também é um recurso que deve ser usado apenas em uma situação de emergência financeira.

Um estudo feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que em 2018 triplicou o número de inadimplentes que afirmam já ter contratado empresas na tentativa de limpar o nome aumentou 16 pontos percentuais (25%) em relação ao resultado de 2017 (9%).

Estas empresas estão de olho em aproximadamente 62 milhões de inadimplentes no país, prometendo limpar o nome de consumidores que querem recuperar crédito no mercado e retirar seu CPF das listas de negativados.

A pesquisa feita apontou que 14% dos entrevistados que contrataram o serviço disseram que a situação foi resolvida e 11% não tiveram o nome limpo. Entre os que contrataram e não conseguiram limpar o nome, 39% receberam parte do dinheiro de volta, 31% receberam todo o dinheiro e 30% não foram restituídos em nada.

O levantamento também indica que entre os principais motivos para contratar a empresa aparecem: garantir que o nome fosse realmente limpo (24%), receber ajuda nas negociações (19%) e evitar constrangimentos com os credores (19%). O valor pago para limpar o nome foi, em média, de R$ 375,21 – 45% pagaram um valor antecipado fixo e 37%, um valor antecipado com percentual sobre o valor da dívida.

Dos entrevistados, 53% disseram que valeu a pena pagar pelo serviço porque o nome foi limpo. Para 31%, no entanto, isso não valeu a pena, porque ficou muito mais caro do que se tivessem resolvido sozinho direto com a empresa credora.

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm