Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

ALMG terá novo espaço para a participação popular

Guilherme Dardanhan

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) vai ganhar mais um espaço aberto à participação popular. Trata-se do Auditório José Alencar Gomes da Silva, que será inaugurado nesta segunda-feira (28), às 15h30, em solenidade que contará com a presença do presidente da ALMG, deputado Adalclever Lopes (PMDB), e do governador Fernando Pimentel, entre outras autoridades.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Localizado no andar térreo do Palácio da Inconfidência (sede do Poder Legislativo), o auditório homenageia o empresário mineiro e ex-vice-presidente da República, por sua capacidade de articulação entre o segmento empresarial e os trabalhadores.

A inauguração do novo espaço será marcada, também, pelo lançamento, em Minas Gerais, da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional. Entidade civil suprapartidária, o grupo é integrado por 201 deputados federais e 18 senadores de vários partidos.

A solenidade de lançamento da frente parlamentar está marcada para as 16 horas, logo após a inauguração do auditório. Estarão presentes o senador Roberto Requião (PMDB-PR) e o deputado federal Patrus Ananias (PT-MG), presidente e secretário-geral da frente, respectivamente.

Espaço para a participação – O Auditório José Alencar terá 168 assentos na plateia, sendo quatro para obesos e quatro para pessoas que usam cadeiras de rodas. Integrado com o Espaço Democrático, que permite a transmissão em tempo real dos eventos pelo videowall, agrega mais 500 lugares.

O novo espaço tem, ainda, 16 lugares destinados à coordenação dos trabalhos e assessoria e um púlpito para pronunciamentos. O auditório disporá, também, de tratamento acústico e câmeras para as transmissões da TV Assembleia.

Para o presidente da ALMG, deputado Adalclever Lopes, a crescente presença do cidadão nos eventos institucionais gerou a necessidade de um local que comporte maior número de pessoas.

“Esse novo auditório vem ampliar os espaços de diálogo com a sociedade mineira e atender à diretriz do biênio 2017-2018 de melhorar a infraestrutura da Assembleia para a realização de eventos. É também uma justa homenagem a um exemplar político mineiro, José Alencar Gomes da Silva”, afirma Adalclever Lopes.

Abertura para o diálogo com a sociedade
Reconhecida nacionalmente por sua abertura à participação popular desde o final da década de 1980, a Assembleia de Minas se mantém na vanguarda dos movimentos democráticos. Em 1986, antes mesmo da promulgação da Constituição Federal, o Parlamento mineiro se inseriu no debate nacional, realizando uma série de discussões sobre temas importantes da nova Carta.

Isso permitiu que em apenas dois dias após a promulgação da Constituição da República, em 7 de outubro de 1988, fosse instalada a Assembleia Constituinte, dando início aos trabalhos para a elaboração da Constituição do Estado, processo marcado por intensa mobilização e participação popular.

A partir de 1990, a ALMG buscou fortalecer seus canais e práticas de interação com a sociedade. Reuniões e audiências públicas, discussão participativa do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG) e o Parlamento Jovem são algumas das atividades abertas à participação da sociedade. Destacam-se também os seminários legislativos, fóruns técnicos e ciclos de debates.

A instituição abre-se ainda à participação popular por meio da internet, com consultas públicas online e enquetes, entre outros canais de interlocução.

De comerciante a vice-presidente, uma trajetória vitoriosa
Natural de Muriaé (Zona da Mata), José Alencar Gomes da Silva foi um dos mais bem-sucedidos empresários do Brasil. Abraçou a política em 1994, quando se candidatou ao Governo do Estado, ficando em terceiro lugar. Em 1998, elegeu-se para o Senado e, em 2002, chegou a vice-presidente da República na chapa de Luiz Inácio Lula da Silva.

A dupla firmou uma aliança que reuniu partidos e líderes com ideologias diferentes, alcançando quase 53 milhões de votos. Alencar permaneceu ao lado de Lula durante seus dois mandatos e se tornou um dos mais importantes interlocutores do governo com o setor empresarial.

Em março de 2011, meses após concluir o mandato, faleceu vítima de câncer, contra o qual lutava desde 2000, mas que não o impediu de cumprir seu papel como vice-presidente por oito anos.

Defesa da soberania nacional
A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional foi lançada em Brasília, em junho deste ano. Propõe-se a defender o trabalhador, os empresários brasileiros e o desenvolvimento do País, contrapondo-se a medidas que considera “entreguistas”, como o desmonte da Petrobras e a venda do pré-sal; o esvaziamento da indústria nacional; a alienação de terras para estrangeiros; as reformas trabalhista e previdenciária; e a internacionalização de serviços públicos essenciais, como saúde e educação.

Depois de Belo Horizonte, a proposta da executiva é lançar a frente em outros municípios, legitimando-a como espaço de participação e mobilização social. Com Agência ALMG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm