Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Países latino-americanos vão monitorar agenda de desenvolvimento sustentável

cepal_mexico
Os países da América Latina e do Caribe decidiram, no México, criar um fórum para monitorar a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável em todos a região. A decisão foi adotada no final da 32ª sessão da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal). Um dos objetivos da Agenda 2030 é erradicar a pobreza extrema na região.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A reunião, que começou terça-feira (24) e foi encerrada na sexta (27), é a mais importante desta comissão da Organização das Nações Unidas (ONU). Participaram representantes dos 45 países-membros e 13 associados da Cepal, além de mais de 30 ministros e vice-ministros de Relações Exteriores, da Fazenda, Economia, Produção, do Comércio, Planejamento, Desenvolvimento Social e da Mulher.

A Agenda 2030 é um plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade dos povos, aprovado pela ONU em setembro do ano passado. O documento busca fortalecer a paz universal com mais liberdade e reconhece que a erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões, incluindo a pobreza extrema, é o maior desafio global e um requisito indispensável para o desenvolvimento sustentável.

O fórum criado hoje executará 16 ações destinadas a contribuir para a implementação da Agenda 2030 e para a Agenda para Ação Adis Abeba da Terceira Conferência Internacional sobre o Financiamento do Desenvolvimento e para realização dos objetivos de desenvolvimento sustentável. A Ação Adis Abeba prevê mecanismos para o financiamento da Agenda 2030.

A ênfase do fórum será na erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões, por meio de um crescimento inclusivo, equitativo e sustentável, incluindo padrões de consumo e produção sustentáveis, redução das desigualdades e promoção da inclusão social, reconhecimento da diversidade cultural e o papel crucial da cultura para facilitar o desenvolvimento sustentável, proteção e uso sustentável do meio ambiente.

De acordo com a decisão de hoje, o fórum deverá atuar para introduzir na Agenda 2030, entre os países em desenvolvimento sem litoral, os pequenos estados insulares, os países de renda média e os menos desenvolvidos, além daqueles em desenvolvimento em situações de conflito e pós-conflito.

O fórum atuará para assegurar a participação institucionalizada de múltiplas partes interessadas, incluindo a sociedade civil e os setores acadêmico e privado. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm