Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Grupo de pesquisa cênica se apresenta no exterior

Naum Produções

Grupos de atores mascarados se deslocam livremente pela cidade performando suas intervenções de rua e instaurando imagens poéticas e grotescas em meio ao cotidiano. Trata-se da Trilogia Andarilha, espetáculo do grupo Teatro&Cidade, que será exibida pela primeira vez fora do país. As apresentações acontecem no Festival Internacional de Teatro ao Ar Livre, na cidade de Fundão, em Portugal, de 18 a 21 de agosto, e levam um pouco da cultura popular brasileira para a terra lusófona.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A viagem foi viabilizada pelo edital Circula Minas, programa do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), que promove o diálogo da cultura mineira com o mundo. As inscrições para a 4ª Seleção do edital estão abertas e podem ser realizadas até o dia 15 de setembro no site www.cultura.mg.gov.br.

Surgido em 2013 como um grupo de pesquisa e extensão do Teatro Universitário da UFMG, o Teatro&Cidade comemora a abertura de cortinas estrangeiras para a exibição desse trabalho.

“Poder apresentar um pouco da nossa cultura, interagir e absorver novas formas de ver o mundo é algo importante para qualquer artista, ainda mais com um espetáculo de intervenção como é o nosso. Sem o Circula Minas não conseguiríamos participar deste festival”, avalia José Antônio de Almeida, um dos atores da trupe.

A Trilogia Andarilha reúne as peças “Intermitentes ou vai e vem”, “Trincamatraca: uma mascarada de rua” e “Seis Personagens à procura de um lugar”. Surgiu de um projeto de doutorado chamado “Os princípios cênicos das máscaras tradicionais da cultura popular brasileira aplicadas ao teatro”, realizado por Rogério Lopes, orientador e diretor do grupo.

Desenvolvida na Unicamp e também em Portugal, a pesquisa trouxe as bases para a formação do espetáculo, que tem nas máscaras das folias de reis e os grupos de fidalgo sua inspiração. As três obras que compõem a trilogia têm caráter itinerante e não chegam a constituir um cortejo, pois a ação dos atores é realizada de maneira simultânea em diferentes locais. O público ora assume o papel de espectador, ora o de jogador que participa da construção de situações cênicas.

“Buscamos interagir com a cidade de uma maneira nova. Concebemos nossas ações a partir do que é proposto pelas ruas, pelos transeuntes e pelo público que nos assiste”, explica José Antônio.

O grupo
O “Teatro&Cidade – Núcleo de Pesquisa Cênica” foi criado na capital mineira em 2013 como um grupo de pesquisa e extensão do Teatro Universitário da UFMG. Coordenado pelo professor Rogério Lopes, é composto pela professora Tereza Bruzzi e pelos atores Diego Meneses, José Antônio de Almeida, Nayra Carneiro, Pedro Vilaça e Rikelle Ribeiro. Desenvolve trabalhos voltados principalmente para a rua, tomando-a como um local de ensaio, convivência, criação e apresentação. Norteados e inspirados pelos moldes de manifestações tradicionais da cultura popular brasileira, os integrantes costumam visitar tais manifestações por acreditar esse contato é de vital importância para a criação cênica.

Circula Minas
O edital de apoio a viagens do Governo do Estado, via SEC, busca promover a difusão e o intercâmbio da cultura mineira em suas diversas áreas, como artes visuais, circo, dança, teatro, literatura, afro-brasileira, LGBT, folclore, entre outras manifestações. Conduzido pela Superintendência de Interiorização e Ação Cultural, o programa fornece ajuda de custo para realização de viagens por municípios de todo o Brasil e dos cinco continentes do mundo.

O programa Circula Minas destina aos contemplados o valor total de R$ 300 mil, repassados a título de ajuda de custo, para uso em despesas com passagens, seguros de viagem, hospedagem, alimentação, entre outras.

Ao longo dos últimos dois anos, período em que o programa passou a ser realizado por meio de edital, foram contempladas propostas das mais variadas manifestações culturais, totalizando 71 projetos contemplados e 179 pessoas beneficiadas. Em 2015 e 2016 os produtores de cultura de Minas Gerais visitaram 25 países e 9 estados brasileiros. Com Agência Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm