Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

39 traficantes são presos e 52 kg de cocaína apreendidos no Rio

A ação policial iniciada na manhã desta quinta-feira (26), em Niterói e São Gonçalo, na zona metropolitana do Rio de Janeiro, para cumprir 57 mandados, já prendeu 29 traficantes. De acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Rio de Janeiro, na ação também foram apreendidos dois menores em flagrante por porte de arma de fogo, drogas e por roubo de moto, e um veículo roubado.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A ação foi realizada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e pela Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública e a Polícia Civil. Os traficantes são acusados por crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e roubos, principalmente, de carros e motos.

Por meio de denúncia, o MP obteve os mandados de prisão preventiva de todos os acusados na 2º Vara Criminal de Niterói, sendo que 20 deles foram presos ao longo das investigações. Os mandados estão sendo cumpridos em comunidades do Complexo do Caramujo, Bumba, Favela da Barreira, Favela da Lagoa, Viradouro, Morro do Castro e Morro do Palácio.

Iniciadas em 2015, as investigações resultaram na apreensão de armas de uso restrito, como fuzis e pistolas, e uma grande quantidade de drogas.

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), o número de roubos de carros em Niterói teve um aumento significativo nos últimos dois anos. Já são 824 casos registrados nos seis primeiros meses desse ano, em comparação com os 568 roubos ocorridos no mesmo período em 2015.

Em uma ação conjunta, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Federal (PF) apreenderam na noite passada (26) aproximadamente 52kg de cocaína e 365g de maconha. Três mulheres e um homem foram presos por tráfico de drogas. A abordagem ocorreu no shopping Nova América, na zona norte do Rio. A ação faz parte da Operação Égide, que teve início neste mês com o reforço de 380 homens da PRF que chegaram de outros estados para apoiar o combate ao roubo de cargas nas rodovias federais de acesso ao Rio, além da repreensão a outros crimes, como o tráfico de drogas.

Os policiais realizaram um cerco a um Fiat Idea com quatro ocupantes na Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio de Janeiro, altura do km 163, na Pavuna, subúrbio da capital. Em seguida, o carro foi monitorado por uma equipe até o estacionamento do shopping Nova América, onde os ocupantes foram abordados.

Após a fiscalização, foram encontrados em um compartimento do veículo aproximadamente 52 kg de cocaína e 365g de maconha. O motorista informou que a droga havia saído de São Paulo e seria entregue na comunidade do Jacarezinho à facção criminosa que comanda o tráfico de drogas na região. O grupo receberia R$ 5 mil pelo transporte.

A polícia também constatou que havia dois mandados de prisão em aberto por tráfico de drogas contra o condutor do veículo, de 32 anos. Os quatro presos foram autuados por tráfico de drogas na Superintendência da Polícia Federal no Rio e de lá encaminhadas para um presídio do estado, onde ficarão à disposição da Justiça, aguardando julgamento.

Combate ao crime organizado
A Operação Égide foi desencadeada por determinação do governo federal, depois que as empresas de transporte de carga que trafegam pelas estradas do Rio ameaçaram paralisar o serviço no estado, caso os roubos a caminhão não fossem contidos, tendo como consequência o desabastecimento no comércio. A advertência foi feita feita pelo presidente da Federação do Transporte de Cargas do Estado do Rio de Janeiro (Fetranscarga), Eduardo Rebuzzi.

O dirigente sindical se reuniu, no início do mês, com outros representantes do setor e com lideranças da área de segurança que atuam no Rio, incluindo Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança, no Centro Integrado de Comando e Controle, quando ficou definida a ação contra o roubo de carga nas rodovias federais de acesso ao Rio.

A PRF informou que o nome Égide foi dado à operação porque, “na mitologia grega, Égide era o escudo que pertencia à deusa Palas Atenas e passou a significar proteção, aquilo que pode servir para amparar, o que oferece defesa, objetivo da Operação Égide em relação aos usuários das rodovias federais”. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm