Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Conselho Monetário Nacional reduz juros de fundos constitucionais


A manutenção da taxa Selic – juros básicos da economia – no menor nível da história levou o Conselho Monetário Nacional (CMN) a diminuir os juros dos fundos constitucionais. As novas taxas vigorarão para a próxima safra, de julho deste ano a junho do próximo ano. Os juros cairão, em média, em 4 pontos percentuais, mas a redução, em algumas linhas, chegou à metade.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Para os fundos constitucionais do Norte (FNO) e do Nordeste (FNE), as taxas, que estão entre 6,65% e 11,35% ao ano, dependendo da renda do mutuário e do tipo de atividade incentivada, ficarão entre 5,41% e 6,14% ao ano. Para o Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), que cobrava de 7,5% e 12,25% ao ano, os juros passarão para uma faixa entre 5,86% e 7% ao ano.

Desde o início do ano, as taxas dos fundos constitucionais e de desenvolvimento seguem uma nova metodologia. Os encargos levam em conta a Taxa de Longo Prazo (TLP), composta pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e por uma taxa de juros real prefixada, mensalmente, de acordo com o equivalente ao rendimento real das Notas do Tesouro Nacional – Série B (NTN-B) no prazo de cinco anos.

Os fundos constitucionais são formados por 1% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e têm como objetivo fomentar projetos nas regiões menos desenvolvidas do país. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm