Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Contas de luz aumentam até 39,5% para 58 distribuidoras. Reajuste em MG será de 28.80%

contaluz
A partir da próxima segunda-feira (2), a conta de luz vai ficar mais cara para consumidores atendidos por 58 concessionárias. A revisão tarifária extraordinária para essas empresas foi aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e a previsão é de aumento médio de 23,4%.

Os maiores reajustes serão para as distribuidoras AES Sul (39,5%), Bragantina (38,5%), Uhenpal (36,8%) e Copel (36,4%). Os mais baixos serão aplicados para as distribuidoras Celpe (2,2%) e Cosern (2,8%).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook     Siga o Portal GRNEWS no twitter

A distribuidora CEA, do Amapá, não pediu a revisão tarifária. Já as empresas Amazonas Energia (AM), Boa Vista Energia e CERR (RR) não terão revisão tarifária porque não participam do rateio da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e não estão no Sistema Interligado Nacional. A Ampla (RJ) também não passou pela revisão, porque seu processo tarifário ocorre em 15 de março, quando todos os efeitos serão considerados.

Os impactos da revisão serão diferentes conforme a região da distribuidora. Para as concessionárias das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, o impacto médio será de 28,7% e, para as distribuidoras que atuam nas regiões Norte e Nordeste, de 5,5%. A diferença ocorre principalmente por causa do orçamento da CDE e da compra de energia proveniente de Itaipu.

Também começam a valer na semana que vem os novos valores para as bandeiras tarifárias, que permitem a cobrança de um valor extra na conta de luz, de acordo com o custo de geração de energia. Além da revisão extraordinária, as distribuidoras passarão neste ano pelos reajustes anuais, que variam de acordo com a data de aniversário da concessão.

Segundo a Aneel, a revisão leva em consideração diversos fatores, como o orçamento da CDE deste ano, o aumento dos custos com a compra de energia da Usina de Itaipu – por causa da falta de chuvas -, o resultado do último leilão de ajuste – que aumentou a exposição das distribuidoras ao mercado livre – e o ingresso de novas cotas de energia hidrelétrica. “No ano passado e neste ano, o custo da energia elétrica tem sido realmente alto, porque o regime hidrológico não está favorável, temos despachado todas as térmicas, que têm um custo mais alto”, explicou o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino.

A revisão extraordinária está prevista nos contratos de concessão das distribuidoras e permite que a Aneel revise as tarifas para manter o equilíbrio econômico e financeiro do contrato, quando forem registradas alterações significativas nos custos da distribuidora, como, por exemplo, modificações de tarifas de compra de energia, encargos setoriais e de uso das redes elétricas. Na tarde de hoje, a Aneel também aprovou o orçamento da CDE para este ano, que prevê repasse de R$ 22 bilhões para a conta dos consumidores de energia.

Entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, várias empresas solicitaram a revisão extraordinária, por causa da falta de chuvas e da maior necessidade de compra de energia de termelétricas, que é mais cara.

Veja abaixo os percentuais de reajuste por distribuidora:

Celpe  2,20%
Cosern  2,80%
Cemar  3,00%
Cepisa  3,20%
Celpa  3,60%
Energisa PB  3,80%
Celtins  4,50%
Ceal  4,70%
Coelba  5,40%
Energisa Borborema  5,70%
Sulgipe  7,50%
Energisa SE  8,00%
CPFL Sta Cruz  9,20%
Coelce  10,30%
Mococa  16,20%
Ceron  16,90%
CPEE  19,10%
João Cesa  19,80%
Cooperaliança  20,50%
Eletroacre  21,00%
Santamaria  21,00%
Chesp  21,30%
CSPE  21,30%
CEEE  21,90%
Light  22,50%
CJE  22,80%
Ienergia  23,90%
CEB  24,10%
Elektro  24,20%
Celesc  24,80%
Bandeirante  24,90%
ENF  26,00%
Escelsa  26,30%
Cemat  26,80%
Energisa MG  26,90%
Eflul  27,00%
Eletrocar  27,20%
Celg  27,50%
DME-PC  27,60%
Enersul  27,90%
Cemig  28,80%
CPFL Piratininga  29,20%
EDEVP  29,40%
CPFL Paulista  31,80%
Hidropan  31,80%
CFLO  31,90%
Eletropaulo  31,90%
Forcel  32,20%
Caiua  32,40%
Demei  33,70%
Muxfeldt  34,30%
Cocel  34,60%
CNEE  35,20%
RGE  35,50%
Copel  36,40%
Uhenpal  36,80%
Bragantina  38,50%
AES Sul    39,50%

Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm