Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Comissão de Arbitragem utiliza novas ferramentas


O controle de uma partida de futebol passa pelas decisões técnicas adequadas tomadas pela arbitragem durante os 90 minutos. Para isso, é fundamental um trabalho em equipe e uma comunicação clara entre a equipe de arbitragem. Com o objetivo de padronizar os critérios durante os jogos do Campeonato Brasileiro e facilitar o diálogo entre os árbitros, a Comissão de Arbitragem da CBF (CA-CBF) utiliza novas ferramentas para o desenvolvimento da arbitragem brasileira junto à Escola Nacional de Árbitros de Futebol (ENAF).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

VIDEOCONFERÊNCIA

Em trabalho conjunto com as 27 federações, a Comissão de Arbitragem vem promovendo debates com os árbitros brasileiros através de videoconferência. Iniciadas no dia 20 de julho, as reuniões foram conduzidas pelo Presidente da CA-CBF, Marcos Marinho, e ministradas pelo Diretor da ENAF, Alício Pena Júnior, com participação de Ana Paula Oliveira, Cláudio Cerdeira, Ricardo Almeida e José Roberto Wright.

– É uma iniciativa pioneira com relação à arbitragem na CBF. Uma ação solicitada pelo Presidente Marco Polo, desenvolvida por toda a estrutura da arbitragem da CBF. Analisamos as maiores dificuldades encontradas pelos árbitros e com os vídeos das decisões nas nossas competições estamos trabalhando o aprimoramento que está sendo desenvolvido com as 27 federações. Estamos com grupos de até cinco federações participando dessas videoconferências com a apresentação de vídeos, os árbitros emitindo suas opiniões e seus conceitos, buscando exatamente isso: aprimoramento, melhoria, padronização e uma elevação no nível de atuação dos nossos árbitros nas competições coordenadas pela CBF – analisou o Diretor da ENAF, Alício Pena Júnior.

Após a análise do desempenho da arbitragem nas primeiras rodadas do Brasileirão, o material didático da aula com análise de casos foi desenvolvido com a colaboração da Central de Análise de Desempenho. O conteúdo reforçou pontos específicos como: “conduta violenta”, “situação de mão” e “faltas táticas”. Além da análise técnica dos lances, o posicionamento, postura dos árbitros e leitura tática de jogo foram destacados nos encontros à distância.

– Essa medida já estava prevista. Depois que atingíssemos determinado número de rodadas, nós faríamos um reforço daquilo que foi colocado no início da temporada em relação à aplicação de regras, conceitos… Nós vimos ao longo das competições, alguns conceitos que precisariam ser reforçados. É isso que estamos fazendo com todas as federações. Uma nova ferramenta que estamos utilizando e está sendo bastante útil para gente estar melhorando as pessoas na qualidade da interpretação da regra – afirmou Marcos Marinho.

Temas abordados:

1 – Entradas / Disputas – Imprudência, Temeridade, Jogo Brusco Grave, Conduta Violenta
2 – Mãos
3 – Faltas táticas
4 – Posicionamento – Deslocamento, Antecipação, Conhecimento tático
5 – Agilização dos reinícios de jogo
6 – Controle de jogo – combate às reclamações e atitudes antidesportivas
7 – Cores e utlização de uniformes
8 – Confecção de súmulas e relatórios

IMPLEMENTAÇÃO DO BASTÃO

Em campo para auxiliar as tomadas de decisão, o árbitro adicional ganhou um novo instrumento de trabalho. Para aprimorar a comunicação entre a equipe de arbitragem, o bastão contém um bip que, quando acionado, emite um alerta ao árbitro principal. Presidente da Comissão de Arbitragem, Marcos Marinho, acredita que a nova ferramenta contribuirá para a dinâmica do espetáculo.

– A mesma coisa que o assistente utiliza para avisar o árbitro de um lance importante, os adicionais também estão usando esse bastão em que eles acionam através de um bip. Algum lance que ele tenha visto e o árbitro não tenha observado, o adicional vai chamar a atenção do árbitro. É um instrumento que assessora o árbitro com relação à comunicação de um lance que seja rápido para que ele possa tomar a decisão de uma forma mais correta possível – explicou o Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho.


Planejamento do primeiro ciclo de debates com os profissionais das 27 federações:

20.07 – 16h00 às 18h00 – Federações: AP/RO/RR
21.07 – 10h30 às 12h30 – Federações: AM/AC/PA/TO/MA
21.07 – 16h00 às 18h00 – Federações: PI/CE/RN/PE/PB
25.07 – 10h30 às 12h30 – Federações: AL/BA/SE/ES/GO
25.07 – 16h00 às 18h00 – Federações: DF/MS/MT/MG/RJ
27.07 – 16h00 às 18h00 – Federações: PR/RS/SC/SP
Com site da CBF

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm