Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Nicolás Maduro pede “insurreição popular” caso governo seja afetado

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu nesse domingo (25) à população e à Força Armada que se declare “em insurreição popular constitucional geral”, caso ocorra algum fato que afete sua integridade física, liberdade ou a legalidade de seu governo. A informação é da Agência EFE.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Se algum dia a Venezuela for testemunha de algum feito que afete a minha integridade física, a minha liberdade ou a legitimidade e constitucionalidade do governo bolivariano, que o povo e a Força Armada se declarem em insurreição popular constitucional geral, em união cívica militar, e recuperem a Constituição”, disse no programa Domingo com Maduro.

No programa, transmitido pelo canal estatal VTV, ele disse também que se algo do tipo ocorrer, a paz deve ser recuperada e “a democracia verdadeira” deve prevalecer, como ocorreu nos dias 13 e 14 de abril de 2002, quando o ex-presidente Hugo Chávez se afastou momentaneamente do poder por causa de um golpe de Estado.

“Estou antecipando, não estou exagerando. Apenas preparo o nosso povo porque um povo informado e preparado vale por dois, vale por mil”, acrescentou.

O apelo foi feito por Maduro ao afirmar que um fato pode atingir o governo ou pode surgir “como produto das conspirações do imperialismo, da direita e dos traidores e traidoras”.

Durante o programa, Maduro disse ainda que na última semana houve uma “série de eventos” porque “o imperialismo tentou a loucura de gerar uma comoção nacional, internacional e, no meio dessa comoção, derrubar o governo legítimo e constitucional e impor uma junta de transição” no país.

Segundo o presidente, a ideia consistia em dar “um golpe internacional” a partir da Organização de Estados Americanos (OEA), depois com um “massacre” e “mortes lamentáveis”, com um “gotejamento militar” e, por último, juramentar essa junta de transição, mas disse que tudo isso foi contido e derrotado.

Há quase três meses, a Venezuela enfrenta uma série de manifestações contrárias e favoráveis ao governo. Tudo começou quando a oposição denunciou a ruptura da ordem constitucional, após algumas sentenças do Supremo, parcialmente revertidas, nas quais assumiam as competências do Parlamento.

Os protestos aumentaram com a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte. Alguns protestos terminaram em violência, deixando 75 mortos e mais de mil feridos, de acordo com o Ministério Público. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm