Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Guarda Costeira líbia recupera 77 imigrantes à deriva no Mediterrâneo

Foto: Unicef/Ashley Gilbertson VII

A Guarda Costeira líbia recuperou nesta sexta-feira (27) 77 pessoas que navegavam à deriva a bordo de um barco com a intenção de alcançar o litoral europeu, informou o porta-voz da Marinha líbia, coronel Qasem Ayub.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Segundo seu relato, a embarcação foi detectada pouco depois do amanhecer a 12 milhas ao Norte de Trípoli e nela viajavam imigrantes procedentes de Bangladesh, Marrocos e diversos países da África Subsaariana.

“Os imigrantes foram levados a uma refinaria de Al Zawiya onde receberam os primeiros auxílios. Depois, foram ecaminhados ao centro de acolhimento de imigrantes. Entre eles havia quatro mulheres e uma criança”, explicou.

“Muitos deles tinham graves queimaduras pelo sol e apresentavam sintomas de desidratação. Quando foram encontrados, o barco tinha começado a afundar. Nos disseram que ficaram dois dias perdidos no mar”, acrescentou o coronel.

As praias que se estendem entre Trípoli e a fronteira com a Tunísia se transformaram nos últimos anos em centro de operações das máfias que traficam seres humanos, e cobram cerca de 1,5 mil euros por uma viagem destinada em muitos casos à morte.

Em 7 de maio, o chefe da Guarda Costeira na Região Central de Líbia, Rida Issa, culpou organizações não governamentais internacionais de facilitarem, com sua presença no Mediterrâneo, o fluxo de imigrantes irregulares.

Em declarações divulgadas pela imprensa local, o militar argumentou que a presença dos barcos de resgate faz com que os imigrantes optem por embarcar ao considerar que a viagem é mais fácil e menos arriscada.

“Isso faz com que aumente o número de imigrantes. A Guarda Costeira líbia já expressou sua preocupação à Operação Sófia (da União Europeia) por esta situação, mas não fizeram nada a respeito”, se queixou Issa.

O fluxo de barcos, que no passado ano tirou a vida de mais de 5 mil imigrantes afogados no mar, se multiplicou nas últimas semanas com a chegada da primavera e o bom tempo.

Segundo dados da Organização Internacional das Migrações, 1.332 pessoas morreram ou desapareceram no Mediterrâneo neste ano ao tentar chegar à Europa em embarcações precárias organizadas por máfias. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm