Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

MP é contra o retorno de Cabral ao presídio de Benfica

Fernando Frazão/Agência Brasil

A 2ª Promotoria de Justiça do Rio enviou à Justiça manifestação contrária ao pedido de transferência do ex-governador Sérgio Cabral, da penitenciária Pedrolino Oliveira Werling, em Bangu, para o presídio Frederico Marques, em Benfica. Cabral está em Bangu desde o dia 11 de abril, após o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizar seu retorno do presídio do Paraná para o Rio.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A defesa do ex-governador pediu o retorno dele ao presídio de Benfica, alegando o descumprimento da decisão do STF, o risco à integridade física do apenado, invocando o princípio da isonomia, uma vez que os demais internos da Operação Lava Jato estão em Benfica, além de afirmar que a penitenciária fica mais próxima às varas federais.

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) entende que a decisão do STF está sendo cumprida, pois a medida não especificou a unidade na qual o ex-governador deveria cumprir a pena. Além disso, “cabe à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) determinar a alocação de seus custodiados, não à Justiça”.

Na argumentação, o MPRJ alega que também não parece existir risco à integridade física de Cabral. Em resposta a ofício expedido pela promotoria de Justiça, a Seap informou “que o ex-governador encontra-se abrigado em uma galeria separada a dos demais presos, exclusiva para internos com graduação escolar de nível superior e que todas as garantias e direitos previstos na Lei de Execução Penal estão sendo cumpridos”.

O Ministério Público rebateu também a alegação da defesa de que os outros presos da Lava Jato estariam em Benfica e que a suposta distância entre Bangu e a Vara Federal, onde Cabral é réu em diversas ações, dificultaria o deslocamento do ex-governador. Na recomendação, o MPRJ alega “que o ex-governador está custodiado no mesmo município da vara. Diversos outros presos não tem a mesma sorte, e apesar de responderem a processos na cidade do Rio, são detentos de presídios de Campos dos Goytacazes, Itaperuna, Resende e Japeri.”

Videoteca
O MPRJ lembra que Sérgio Cabral foi denunciado por ter cometido crime dentro do presídio de Benfica, no episódio que ficou conhecido como a “videoteca de Benfica”, no qual se apurou fraude em suposta doação de equipamentos eletrônicos, como uma Smart TV de 65 polegadas, além de 160 filmes. A investigação apurou que, depois que os equipamentos foram encontrados durante vistoria, um outro preso foi coagido, por servidores da Seap, a assumir a responsabilidade do delito. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm