Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Indústria da construção usou 57% da capacidade no mês passado

A indústria da construção utilizou 57% da capacidade de operação em março, deixando 43% das máquinas, dos equipamentos e do pessoal parados, de acordo com a Sondagem Indústria da Construção divulgada nesta quinta (26) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O índice da capacidade de operação em uso está um ponto percentual acima do registrado no mesmo mês de 2017, mas seis pontos percentuais abaixo da média da série histórica para o mês (iniciada em 2012), de 63% de utilização.

Na avaliação da CNI, a atividade da indústria da construção continua em queda, mas o recuo está cada vez menos intenso. O índice de evolução do nível de atividade atingiu 47,1 pontos em março, o maior valor desde novembro de 2013. Embora o índice se mantenha abaixo dos 50 pontos, o que significa que a atividade segue em queda, ele registrou crescimento de 2,6 pontos frente ao mesmo mês do ano anterior.

Entre os principais problemas apontados pelas empresas para voltar a crescer, a demanda interna insuficiente está no topo do ranking, com 34% de citações. No último trimestre de 2017, esse era o principal problema para 29,8% dos entrevistados pela pesquisa. A elevada carga tributária ficou em segundo lugar pela primeira vez após seis meses, com 32% das respostas.

A Sondagem mostra ainda que as condições financeiras das empresas pioraram no primeiro trimestre deste ano. O índice de satisfação com a margem de lucro operacional caiu para 34,4 pontos, uma redução de 2,6 pontos em relação ao registrado no quarto trimestre de 2017. O índice de satisfação com a situação financeira recuou para 39,2 pontos. Os indicadores variam de zero a cem pontos. Quando estão abaixo dos 50 pontos mostram insatisfação com o lucro e com a situação financeira.

Confiança dos empresários
A confiança dos empresários do setor diminuiu em abril 2,2 pontos em relação a março, para 54,8 pontos. Apesar do recuo, o índice segue acima dos 50 pontos, o que indica que os empresários continuam confiantes.

O índice de intenção de investimento cresceu 4,1 pontos em abril na comparação com o mês anterior, atingindo 35,2 pontos. De acordo com a CNI, este é o maior valor do indicador desde de fevereiro de 2015, indicando uma maior intenção dos empresários em investir nos próximos seis meses. Para a confederação, isso pode contribuir para uma recuperação mais intensa do setor da construção. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm