Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Pará de Minas: enfermeira nega, mas cidadão diz que foi tratado com “desprezo e ironia” no PA

radp2
Uma equipe da Polícia Militar foi até o Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira (PA), localizado no bairro Senador Valadares, em Pará de Minas, na tarde de sábado (25).

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Uma auxiliar de enfermagem de 24 anos, que trabalha no Pronto Atendimento Municipal, disse que estava na farmácia daquela unidade de saúde quando foi abordada por um cidadão de 35 anos, que acompanhava um paciente que buscava atendimento médico.

Ainda segundo a enfermeira, o acompanhante questionou porque estava demorando tanto para que o paciente que ele acompanhava fosse atendido. Ela prontamente teria respondido que o atenderia com os medicamentos naquele momento.

A enfermeira acrescentou que simultaneamente ao fato, conversava com uma colega sua de trabalho em tom descontraído e devido a conversa com sua colega ela sorriu.

No entanto, o acompanhante do paciente entendeu que ela estava sorrindo da situação em que ele se encontrava e com isso se exaltou e em tom ameaçador passou a desacatá-la e utilizar o aparelho celular dele para fotografá-la dela e de outros funcionários.

Por sua vez, o cidadão de 35 anos, disse que acompanhava seu tio ao Pronto Atendimento e que devido à demora para que o mesmo fosse atendido, mesmo o paciente se sentindo mal, ele questionou os funcionários quanto ao atendimento moroso.

Acrescenta que vários funcionários responderam com desdém e no momento em que se dirigiu a farmácia do Pronto Atendimento para que seu tio fosse medicado, a auxiliar de enfermagem de 24 anos, o tratou com desprezo e ironia. Falou também que ela estava muito nervosa e ao pegar uma ampola com medicamento, jogou a mesma sobre mesa, quebrando a ampola, desperdiçando uma dose do medicamento.

Ele disse ainda que sua intenção era apenas agilizar o atendimento de seu tio e ser bem atendido naquela unidade de saúde.

Mesmo com a presença dos policiais militares, os ânimos dos envolvidos na ocorrência continuavam exaltados. Assim, o cidadão e a enfermeira foram convidadas a se dirigir à Delegacia Regional de Polícia Civil para mais esclarecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm