Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Centros de vacinação em províncias sírias são reabertos com ajuda da OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta sexta (25) que 35 centros de vacinação voltaram a funcionar nas províncias de Idlib e Hama, no noroeste da Síria, que estão em parte sob controle de grupos armados rebeldes. A OMS colaborou para que os estabelecimentos voltassem a funcionar. As informações são da agência de notícias EFE.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Nestes centros, as crianças poderão receber vacinas contra tuberculose, sarampo, rubéola, pólio, hepatite B, difteria e tétano.

Desde que começou a guerra civil na Síria, em 2011, pais não tiveram aonde levar seus filhos para vacinar, as vacinas ficaram escassas e os hospitais não podiam garantir este serviço, uma situação que a OMS tentou remediar, em colaboração com o Unicef, lançando campanhas curtas de vacinação.

Surtos recentes de sarampo e tuberculose na Síria colocaram em evidência a baixa cobertura de imunização entre as crianças após seis anos de conflito, segundo o porta-voz da OMS, Christian Lindmeier.

Antes da guerra, a Síria exibia uma taxa de cobertura vacinal de 95%, mas atualmente não existem registros que mostrem dados confiáveis sobre a situação real, comentou Lindmeier.

“As carteiras de vacinação foram perdidas em muitos casos porque as pessoas tiveram que fugir, assim é difícil ter números de quantas crianças podem ter morrido por baixa imunização”, concluiu o porta-voz da OMS. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm