Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Com queda na arrecadação, prefeitos enfrentam dificuldades para arcar com custos da merenda e transporte escolar


O prefeito de Pará de Minas Elias Diniz (PSD) participou recentemente de um encontro em Brasília para discutir vários projetos voltados para a saúde e educação, entre outros. O objetivo é elaborar políticas públicas que atendam as respectivas demandas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A educação tem sido um dos grandes desafios para a administração pública municipal. A cada ano que passa um número é cada vez maior de alunos matriculados nas escolas enquanto os recursos estão mais escassos.

O Governo Federal vem fazendo cortes drásticos no orçamento por causa da grave crise financeira e esta semana ocorreu o anúncio de um pacote de privatização de empresas estatais, entre elas, a Eletrobras, Casa da Moeda, aeroportos, entre outros.

O objetivo é angariar recursos para reduzir o rombo nas contas públicas e a expectativa é arrecadar em torno de R$ 44 bilhões. As medidas fazem parte do Programa de Parcerias de Investimento (PPI).

Enquanto isso os municípios se viram como podem, pois acumulam cada vez mais responsabilidades repassadas pelos governos federal e estadual. Mas, os prefeitos continuam reivindicando verbas para manter a máquina pública.

O prefeito de Pará de Minas afirma que a grande discussão gira em torno da lei que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB):


Elias Diniz
educacaoeliasdiniz1

Ele explica que foi solicitado um aumento na verba para custeio da área de educação para ajudar as demandas do município. A grande demanda recai sobre a merenda e transporte escolar gerando alto custo para manter estes serviços:

Elias Diniz
educacaoeliasdiniz2

O chefe do Poder Executivo Municipal ressalta que todo o esforço vem sendo feito para melhorar a colocação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e que o ensino seja de qualidade:

Elias Diniz
educacaoeliasdiniz3

Pela lei atual, pelo menos 60% dos recursos do FUNDEB devem ser gastos na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício, como professores, diretores e orientadores educacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm