Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Líderes fecham acordo para votar até quinta projeto da desoneração

camarafederal13
Os líderes partidários decidiram, na terça (23), em reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), votar até a noite de quinta-feira (25) diversas matérias que incluem acordos internacionais, recursos contra deliberação conclusiva das comissões técnicas, medidas provisórias (MPs) e o projeto de lei que altera as regras da desoneração da folha de pagamento de 56 setores da economia, o chamado pela oposição de projeto da reoneração da economia.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

De acordo com o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PMDB-CE), para o Executivo, é fundamental aprovar ainda nesta semana o projeto de lei que altera as regras da desoneração da folha de pagamento de vários setores econômicos, o último projeto do governo que trata do ajuste fiscal. “Vamos votar até quinta-feira à noite os acordos internacionais, os recursos para apreciação de projetos no plenário, as duas medidas provisórias (672 e 673) e o projeto da desoneração até quinta à noite. Essa é a agenda que o presidente da Câmara está trabalhando por ela”, disse.

Guimarães informou que, havendo quórum, o acertado é votar nesta noite os acordos internacionais e os recursos contra apreciação conclusiva de projetos pelas comissões, além da MP que prorroga a política de reajuste do salário mínimo (673) e da que livra tratores e equipamentos agrícolas do pagamento de licenciamento (672). As duas medidas trancam a pauta de votações do plenário.

Ainda não foi atingido, até o momento, o quórum mínimo de 257 deputados para ter inicio a sessão deliberativa (de votações). O presidente da Câmara liberou os deputados nordestinos para participar hoje das festas juninas em seus estados, uma tradição no Nordeste. Cunha disse que a ausência desses parlamentares deverá ser justificada na sessão noturna de amanhã (24), para que eles não fiquem com falta.

Quano ao projeto que trata do ajuste fiscal, Guimarães descartou qualquer risco de não ser aprovado pelo plenário. “A base está unida e quer votar esse projeto. Foi o posicionamento dos líderes da base na reunião com o presidente da Câmara.”

O vice-líder do PSDB, Nilson Leitão (MT), que participou da reunião com o presidente da Câmara, disse que o partido vai trabalhar pela rejeição do projeto do governo que reonera a economia. “Queremos derrotar o relatório da reoneração. Não podemos deixar a reoneração alcançar o setor de transportes, de óleo diesel, entre outros. O PSDB é contra o relatório. Queremos derrotá-lo e, se não conseguirmos, tentaremos apresentar os destaques para salvar alguns setores importantes para o Brasil”, disse Nilson Leitão. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm