Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Crédito deve apresentar recuo de 3% neste ano, o primeiro já registrado pelo BC

i

Com a recessão econômica, o crédito no Brasil deve apresentar, este ano, o primeiro recuo já registrado pelo Banco Central (BC). A projeção é que a retração no saldo das operações de crédito chegue a 3%, este ano, a primeira da série histórica iniciada em março de 2007.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em 12 meses acumulados até novembro, o recuo ficou em 2,3%, o que levou o BC a revisar a estimativa que era de queda de 2%. Para o próximo ano, a expectativa é de retomada do crédito, com estimativa de crescimento do saldo em 2%.

Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, essa retração está associada à queda da atividade econômica. Maciel lembra que em 2015, primeiro ano da recessão econômica, houve desaceleração no saldo do crédito, que registrou crescimento de 6,7%, depois da expansão de 11,3%, em 2014.

O crédito para as empresas foi o mais atingido pelo recuo, de acordo com Maciel. Em 2015, o crédito para esse segmentou cresceu 6,3%, mas deve recuar mais de 7% em 2016. Já o crédito para as famílias desacelerou, mas não chegou a apresentar queda. Em 2015, houve expansão de 7,1% e em 12 meses até novembro deste ano, o crescimento é de 3,2%.

Segundo Maciel, crescimento para as famílias é influenciado pelo crédito imobiliário. “O crédito imobiliário cresce em 12 meses 6,8%. É um percentual significativo. Ainda assim o crédito imobiliário tem uma tendência desde de 2010 de moderação. Em 2010 cresceu 56%”, destacou Maciel.

Taxas de juros
Maciel comentou ainda que as taxas de juros dos empréstimos começaram a cair em novembro. “Esse foi o primeiro mês de queda das taxas de juros depois de um longo período de alta, desde dezembro”, disse.

Ele acrescentou que o efeito da redução da taxa básica de juros, a Selic, no custo do crédito para os tomadores leva tempo para ser sentido. “Esse é m movimento que ocorre gradativamente. A tendência é que venha impactar ao longo do tempo”, disse.

A Selic foi reduzida em 0,25 ponto percentual nas duas últimas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) e o BC tem sinalizado que pode intensificar o ritmo de corte na taxa em 2017. Atualmente a Selic está em 13,75% ao ano. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm