Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Polícia Federal apreende mais de 330 Kg de cocaína no Rio

Polícia Federal/Divulgação

Durante operação na madrugada de domingo (22), a Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante 3 suspeitos que transportavam 336 Kg de cocaína em um barco pesqueiro na Baía de Guanabara, próximo à Niterói. A ação contou com o apoio da Marinha do Brasil.

Segundo nota da PF, a droga havia sido escondida atrás de uma parede falsa no porão do barco que também estava repleto de gelo para dificultar a localização da cocaína. Os policiais federais removeram o gelo e encontraram a droga acondicionada em 12 bolsas que, suspeita-se, seriam içadas e colocadas no interior de um contêiner em um navio com destino à Europa.

Os presos foram indiciados pela PF por tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico cujas penas somadas podem chegar a 35 anos de reclusão e, após os procedimentos de praxe, foram encaminhados ao sistema prisional onde permanecerão à disposição da Justiça.

Operação Antigoon
Ao longo dos últimos 12 meses a Polícia Federal vem aumentando o cerco aos traficantes de drogas que agem nos portos do país, principalmente no Rio de Janeiro e que já levou à apreensão de 4 toneladas de cocaína neste período.

No último dia 8, em operação conjunta, a Polícia Federal e a Receita Federal, desbaratou uma quadrilha internacional de traficantes de drogas, que transportava cocaína também em contêineres para fora do país, com destino a países da Europa, África e Ásia.

Na ocasião, a Polícia Federal admitiu a sofisticação cada vez maior da quadrilha que chegou ao ponto de, muitas vezes, receber o pagamento pela droga em moedas virtuais criptografadas, principalmente bitcoins, para dificultar o rastreamento do pagamento.

A Operação Antigoon mobilizou, na ocasião, cerca de 100 policiais federais com o objetivo de cumprir 21 mandados de busca e apreensão e 15 de prisão preventiva, em três dos principais estados da federação: Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo.

Pelo menos 12 pessoas foram presas na ocasião, inclusive um casal de empresários que liderava a quadrilha e atuava no ramo de importação e exportação. O casal foi preso pela Polícia Federal em uma mansão localizada em condomínio de luxo na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade. Faziam também parte da quadrilha, fiscais aduaneiros e portuários, empresários (alguns dos quais de fachada) e até caminhoneiros.

Como resultado da Operação Antigoon, que foi a maior já realizada no estado, foram apreendidas ao longo de um ano cerca de 4 toneladas de cocaína já refinada nos portos do Rio de Janeiro; de Vitória; de Santos, em São Paulo; de Suape, em Pernambuco.

A droga era produzida em países da América do Sul que fazem fronteira com o Brasil (Peru, Colômbia e Bolívia), dos quais era transportada por rodovia, principalmente para o Porto do Rio, o principal corredor de escoamento da droga para o exterior. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm