Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Quase 1,5 mil imigrantes morreram no Mediterrâneo neste ano

Lusa/EPA/MOAS.EU – Direitos Reservados/Agência Brasil

As mortes de imigrantes e refugiados tentando ingressar na Europa pelo Mar Mediterrâneo chegaram a 1.490 neste ano, até o último dia 18, informou a Organização Internacional para as Migrações das Nações Unidas (OIM-ONU). O número é menor comparado a igual período de 2017, quando morreram 2.382 pessoas. A organização também registrou redução na entrada de imigrantes na Europa. Em 2018, até 18 de julho, foram 51.782. Em 2017, foram 110.189 imigrantes e em 2016, no mesmo período, 244.722.

Apesar da redução, no mês de junho, a rota pelo Mediterrâneo central que une a Itália com o norte da África registrou o maior número de mortes dos últimos quatro anos. Em junho de 2018, 564 imigrantes desapareceram nas águas dessa rota entre o Norte da África e a Sicília. Em 2017, foram 529 mortes em junho. Em 2016, 388 casos. Neste mês, até o dia 18, foram registradas 153 mortes.

As chegadas pela Espanha (18.653) superam a entrada pela Itália (17.838), neste ano. A entrada pela Itália caiu mais de 80% em comparação com o mesmo período do ano anterior (93.359).

O número de imigrantes irregulares (3.136) que chegaram à Itália pelo mar em junho deste ano foi o mais baixo registrado pelas autoridades italianas desde 2014.

A Itália adotou uma política para dificultar a chegada de imigrantes. O país decidiu fechar os portos às embarcações das organizações não governamentais (ONGs) que salvam vida de imigrantes no mar. Com Agência Brasil

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm