Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Espuma com mais de 3 metros de altura cobre leito do Rio Tietê

espuma_riotiete
Os 16 mil moradores de Pirapora do Bom Jesus, na região metropolitana de São Paulo, surpreenderam-se nos últimos dias com o volume de espuma que cobriu o Rio Tietê e tomou as ruas da cidade. Com mais de 3 metros de altura, a camada de espuma chegou até a porta de algumas casas. O fenômeno é frequente nesta época do ano, quando as chuvas diminuem e o problema da poluição no rio se agrava.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A espuma é provocada pela poluição ao longo do rio, principalmente de detergente não biodegradável, que tem em sua composição fósforo e nitrato, elementos presentes na maioria dos produtos de limpeza e higiene fabricados no país. O lixo e o esgoto clandestinos jogados ao longo do rio chegam perto da barragem da Usina Hidrelétrica do Rasgão e, com o movimento das águas no local, esse detergente provoca a formação de espuma que pode até se espalhar por toda a cidade com a ação do vento.

Segundo a prefeitura, o problema ocorre há mais de 30 anos e prejudica inclusive o turismo [essencialmente religioso] e também a prática de atividades de lazer no rio. Além disso, causa problemas de saúde e mau cheiro. A solução depende de altos investimentos pelo governo estadual que, de acordo com a prefeitura, prometido para os próximos cinco anos. A recomendação para os moradores é ficarem longe da espuma.

Em nota, a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), ligada à Secretaria do Meio Ambiente do governo paulista, explicou que a formação de espuma, como ocorre frequentemente no Rio Tietê ao longo das cidades de Santana de Parnaíba, Salto e Pirapora do Bom Jesus, está relacionada principalmente à baixa vazão de água e à presença de esgotos domésticos não tratados.

“A solução desse problema está associada principalmente à implantação dos sistemas adequados de esgotamento sanitário, incluindo a coleta, o afastamento, o tratamento e a disposição final dos esgotos domésticos, os quais são de atribuição dos municípios e das concessionárias de saneamento”, diz a Cetesb.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que, desde 1993, executa o Projeto de Despoluição do Tietê, que já reduziu em 160 quilômetros [ou 86,6%] a mancha de poluição no Rio Tietê. A companhia informou que vem ampliando o sistema de coleta e tratamento de esgoto na região metropolitana.

“Além da coleta e tratamento de esgoto, o combate à poluição difusa, de responsabilidade das prefeituras, e o controle do despejo de fósforo e nitrato em produtos de limpeza e higiene são essenciais para evitar a formação da espuma,” diz nota da companhia. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm