Banner Águas de Pará de Minas   Prefeitura de Pará de Minas

Coisas da vida

ccbb
Numa tórrida tarde
de janeiro,
dessas de rachar,
deitado no mato
tocaiando um tatu,
vi quando
pousou
na minha perna
uma mosca-varejeira
das grandes.

Era tão gorda a
desgraçada
que,
dez delas,
num espetinho,
assadas com sal
e pimenta,
encheriam
a barriga
de qualquer
morto
de fome.

O sol cozinhava meus miolos.

Foram trinta minutos
esperando o tatu,
não para matar,
mas para ver
(era enorme aquele tatu),
enquanto
a mosca
cumpria
sua missão:

não vi,
mas sei que
procurou
a melhor ferida,
a mais aberta
das muitas que
rasgavam
minha carne
naquele dia,
e nela botou
um ovo
do tamanho
de um bago
de feijão
fradão.

No mesmo dia,
contrariando
todas as leis
da natureza,
aquilo virou larva
e mergulhou
de ponta
no buraco
da ferida,
deslizando
para dentro
do meu corpo
sua mole
e transparente
consistência viva,
faminta
de carne
e sangue,

e lá se alojou,

e cresceu,

cresceu
numa rapidez
assustadora,
formando
sob a pele
um calombo
do tamanho
de uma bola
de sinuca.

Para tirá-la,
a jovem enfermeira
que me atendeu
picou
com a ponta
de um bisturi
a epiderme
avermelhada:

Vulcão em erupção:

lava amarelo-creme
de pus
manchada
de vermelho
e rosa
escorrendo
do buraco
em profusão,

e meu assombro,

e a enfermeira
sorrindo para mim,
me acalmando,
gentil,

até que um rasgo
maior
expôs
a carne
inflamada
e podre,
e eu gritei
de susto.

Lá estava o bicho:

enorme,
branco,
tremendo
sua massa
gelatinosa
e gorda,
banhada
em pus
e sangue.

Pressentindo
o perigo,
tentou
mergulhar,
contornando
o osso
da perna
por um túnel
que havia cavado,
mas foi pego
pela pinça
da enfermeira,
que o puxou,
como se
de uma vez
arrancasse
um olho
de sua órbita:

ploc!

e o monstro se mexia
na ponta da pinça,
desesperado,
querendo voltar,

parecia uma cena de “Alien, o oitavo passageiro”.

No final,
tudo acabou bem.

Hoje sou casado
com a jovem
enfermeira:

mulher doce

e generosa:

amor da minha vida.

Flávio Marcus da Silva

Leia outros textos de Flávio Marcus da Silva na coluna Crônicas de um patafufo.

Acesse a página de Flávio Marcus da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm