Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

América sofre virada e perde mais uma no Brasileirão

chap3x1coellho
O América não esteve em uma tarde feliz neste domingo (22) em Chapecó. Debaixo de chuva e um frio intenso, a equipe americana foi superada pela Chapecoense, na Arena Condá, sofrendo uma derrota de virada por 3 a 1, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O campeão mineiro fez um bom primeiro tempo e saiu na frente com um gol de Rafael Bastos, sofrido por ele mesmo. Porém, o Coelho não teve a mesma eficiência na segunda etapa e sofreu dois gols do atacante Bruno Rangel e outro do também atacante Silvinho.

Sem tempo para lamentações, o Coelho agora já passa a pensar no próximo desafio pelo Campeonato Brasileiro. A equipe volta a campo na quarta-feira (25), às 21h, quando recebe o Vitória na Arena Independência em busca de sua primeira vitória no Brasileirão.

ORGANIZADO

O jogo histórico para o técnico Givanildo Oliveira – que completou 233 jogos no comando do time americano, tornando-se o segundo treinador que mais dirigiu o time americano em sua história (o primeiro é o ex-técnico Yustrich, com 278 jogos – começou com a equipe do Coelho encarando a Chapecoense de igual para igual e com dois estreantes: o lateral direito Hélder e o atacante William Barbio. Mesmo com o frio, a chuva e a pressão exercida pelo time da casa, os jogadores americanos demonstravam tranquilidade e equilibravam as ações do jogo valorizando a posse de bola.

Organizado taticamente e com uma compactação muito forte, o América passou a ter mais ímpeto ofensivo. E, aos 19 minutos, o Coelho conseguiu marcar o seu primeiro gol no Campeonato Brasileiro. O lateral Danilo iniciou uma boa jogada na esquerda e cruzou rasteiro para o meio campo Rafael Bastos, que dominou a bola dentro da área e foi derrubado pelo zagueiro Rafael Lima: pênalti. O próprio Rafael Bastos foi para cobrança e converteu a penalidade com muita categoria, com um chute no ângulo direito do goleiro Danilo, que estufou as redes adversárias.

Depois de marcar o seu gol, o time americano seguiu organizado dentro de campo e por pouco não ampliou sua vantagem aos 29 minutos, em cabeçada perigosa do meia atacante Tiago Luís que passou por cima do gol. Aos 43 minutos, William Barbio, um dos estreantes, acabou ficando sem condições de jogo depois de sofrer uma pancada e foi substituído pelo atacante Vitinho, que é cria da base americana.

No fim da primeira etapa, a equipe da casa começou a pressionar muito o Coelho. Mas a pressão do adversário não conseguiu vencer a organização do time americano dentro de campo e o América foi para o intervalo vencendo a partida por 1 a 0.

APAGÃO

O segundo tempo começou com a Chapecoense imprimindo uma forte pressão e o time da casa conseguiu um pênalti a seu favor logo no primeiro minuto. Após cobrança de escanteio, o zagueiro americano Sueliton acabou puxando o zagueiro Marcelo dentro da área e o árbitro entendeu que houve a penalidade. O atacante Bruno Rangel foi para a bola e cobrou no canto direito de João Ricardo, que acertou o canto, mas não conseguiu evitar o gol adversário.

Com o jogo empatado, a equipe da casa continuou pressionando o Coelho, que teve que se segurar no campo defensivo e contar com as grandes defesas de João Ricardo. Aos 13 minutos, o meio campo Cléber Santana chutou forte em lance dentro da área e o goleiro americano se esticou para evitar que a bola entrasse.

Após 15 minutos, apenas se defendendo da pressão adversária, o time americano começou a equilibrar as ações do jogo e passou a ter mais a bola no pé. Com mais posse de bola, o time americano criava lances de perigo em contra-ataques, mas pecava no último passe. A grande chance do Coelho foi aos 30 minutos, quando Rafael Bastos recebeu cruzamento de Hélder dentro da área, mas acabou chutando para fora.

Porém, no lance seguinte, aos 31 munutos, tudo começou a dar errado para o América. Em lance de contra-ataque da Chapecoense, Bruno Rangel ganhou na corrida da zaga americana, entrou na área e chutou para a defesa de João Ricardo. No rebote do lance, a bola sobrou para o atacante Silvinho, que escorou a bola para o fundo das redes, virando a partida para o time da casa. Um minuto depois, a Chapecoense marcou novamente com o atacante Bruno Rangel e praticamente definiu o resultado.

Com o placar desfavorável, o técnico Givanildo Oliveira trocou o zagueiro Artur pelo atacante Sávio, aos 34 minutos. Mas a mudança não surtiu efeito e o Coelho não conseguiu reagir na partida depois do “apagão” na segunda etapa. Com isso, o time americano acabou sendo superado pelo placar de 3 a 1 em sua segunda partida no Brasileirão.

FICHA DO JOGO
CHAPECOENSE 3 X 1 AMÉRICA

Estádio: Arena Condá, em Chapecó
Motivo: 2ª rodada do Campeonato Brasileiro
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (GO) e Rafael Trombeta (PR)
Gols: Bruno Rangel, aos 2 minutos do e aos 32 do 2º tempo e Silvinho, aos 31 minutos do 2º tempo (Chapecoense); Rafael Bastos aos 19 minutos do 1º tempo (América).
Público: 2177
Renda: R$ 21.450,00
Cartões amarelos: Sueliton, Danilo, Artur e Alison (América)

CHAPECOENSE
Danilo; Gimenez, Rafael Lima, Marcelo e Dener; Josimar, Gil, Cléber Santana e Lucas Gomes (Hyoran); Ananias (Silvinho) e Bruno Rangel (Kempes). Técnico: Guto Ferreira.

AMÉRICA
João Ricardo; Hélder, Artur (Sávio), Alison, Sueliton e Danilo; Leandro Guerreiro, Claudinei, Rafael Bastos e Tiago Luís; William Barbio (Vitinho). Técnico: Givanildo Oliveira

Com site do América-MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm