Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Taxistas negociam com prefeitura de Belo Horizonte após Justiça liberar Uber


Após a Justiça liberar o funcionamento de aplicativos de transporte, como Uber, no estado, taxistas suspenderam manifestações contrárias à decisão judicial e iniciaram negociações com a prefeitura para regulamentação do transporte individual privado de passageiros.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O Sindicato dos Taxistas de Belo Horizonte (Sincavir) teve uma primeira reunião na quinta (17) com o prefeito Alexandre Kalil e uma nova foi marcada para esta segunda-feira (21) prefeitura da capital mineira. Os taxistas vinham protestando nas ruas e fechando vias desde quarta-feira (16) após o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) ter autorizado o funcionamento do Uber, do Cabify e de aplicativos similares.

De acordo com Avelino Moreira, presidente do Sincavir, o prefeito se mostrou sensível às questões apresentadas pelos taxistas.

O sindicato avalia que a decisão do tribunal deixa espaço para uma regulamentação da atuação dos aplicativos pelo município. “O momento agora é de participar das reuniões e, ao mesmo tempo, estamos acompanhando a tramitação no Congresso, em Brasília, dos projetos que dizem respeito a esse assunto e que podem definir normas para todo o país”, disse Avelino.

A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), que é vinculada à prefeitura, também participou da reunião. Em nota, informou que foi apenas um primeiro encontro sobre o assunto. Representantes dos aplicativos também serão chamados pela prefeitura para discutir a situação.

A decisão de liberar os aplicativos similares ao Uber em todo o estado se deu durante uma análise do TJMG sobre a Lei Municipal 10.900/2016 aprovada pela Câmara dos Vereadores de Belo Horizonte e sancionada em janeiro do ano passado pelo então prefeito Márcio Lacerda. A legislação determinava que os aplicativos voltados para o transporte remunerado de passageiros usassem mão de obra de motoristas autorizados pela BHTrans. Na prática, a legislação estabelecia que os condutores do Uber e do Cabify deveriam ser taxistas credenciados. É o que fazem outros aplicativos, como o 99Taxis e o Easy Taxi. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm