Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Intenção de consumo das famílias cai em junho, revela pesquisa

confiancacomercio
Metade das famílias brasileiras está consumindo menos do que no ano passado, revela pesquisa divulgada na quinta (18) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Segundo a pesquisa Intenção do Consumo das Famílias (ICF), 49,1% dos 18 mil entrevistados disseram que seu nível de consumo em junho de 2015 foi menor que o de junho de 2014. Em maio, o percentual era 46,8%.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

De acordo com a pesquisa, a Intenção de Consumo das Famílias caiu 23,8% em relação a junho do ano passado. Na comparação com maio deste ano, a queda chegou a 4,8%.

A retração na intenção de consumo manteve o indicador abaixo de 100 pontos, patamar a partir do qual a CNC considera “zona negativa”. Em junho, a pontuação foi 91,7.

Entre os sete indicadores que compõem o índice, quatro estão na zona negativa: momento para duráveis (35,3 pontos), nível de consumo atual (70,3), perspectiva de consumo (83) e compra a prazo (91,4). A melhor pontuação é no emprego atual (115,2 pontos), seguida pela renda atual (109,3) e pela perspectiva profissional (107,6).

Em relação ao ano passado, a pontuação do indicador de compra de bens duráveis, como veículos, caiu 38,4%. Na opinião de 62,9% das famílias consultadas, o momento não é favorável para a compra desses bens. O indicador sobre as perspectivas de consumo caiu 34%, e a compra a prazo, 29%.

Todos os sete indicadores estão mais baixos do que os registrados no ano passado e em maio deste ano. A menor queda interanual foi registrada na perspectiva profissional, com 9,3%.

Na comparação com o ano passado, as famílias que ganham mais de dez salários mínimos tiveram quedas maiores na pesquisa ICF (-26,2%) do que o grupo com menor renda (-23,4%). Na comparação com maio, no entanto, a queda no índice das famílias que ganham menos de 10 salários mínimos foi 5,1%. Para as mais bem remuneradas, o recuo foi 3,6%.

Os resultados negativos da pesquisa e a identificação de uma tendência de encarecimento do crédito levaram a CNC a revisar para baixo sua expectativa para o volume de vendas do varejo restrito em 2015, aumentando a projeção de queda de 0,4% para 1,1%. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm