Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Nova ordem de Trump visa a aumentar contratação de norte-americanos no país

Ron Sachs/Pool/Agência Lusa

A mais nova ordem executiva assinada pelo presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, estimula a compra de produtos nacionais e a contratação de norte-americanos. Chamada de Buy American, Hire American (Compre produtos americanos, contrate americanos), a ordem executiva segue a linha nacionalista adotada por Trump durante a campanha e ordena que as agências governamentais reavaliem acordos comerciais de livre comércio que estejam prejudicando a indústria nacional.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Além disso, o texto, assinado na terça-feira (18), determina que os programas de concessão de vistos de trabalho temporário, como o visto H1B para estrangeiros, sejam revistos.

“Para comprar [produtos do país] e contratar americanos, eu assino esta ordem que vai proteger trabalhadores e estudantes, como vocês”, afirmou Trump, dirigindo-se a trabalhadores de uma fábrica no estado de Wisconsin.

Na linha de “a América em primeiro lugar”, Donald Trump disse que, a partir da ordem assinada, as agências federais terão de revisar os procedimentos, tanto em negociações comerciais quanto na contratação temporária de estrangeiros.

O objetivo é proteger determinados produtos no mercado norte-americano. Na visão de Trump, os acordos comerciais prejudicaram a indústria nacional, provocando o fechamento de fábricas e a diminuição dos salários dos trabalhadores, devido à entrada de produtos importados mais baratos. Essa retórica foi uma das bases da campanha de Donald Trump.

Ele disse que a ordem vai promover de maneira “agressiva” a fabricação e o comércio de bens nacionais, além de garantir que os norte-americanos sejam contratados primordialmente, antes de um estrangeiro.

Ao discursar, o presidente criticou a Organização Mundial do Comércio (OMS). “É um dos nossos desastres”, afirmou o presidente, que voltou a desqualificar o chamado Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, sigla em inglês). “O Nafta é um desastre completo.”

Trabalho temporário
A concessão de vistos temporários de trabalho, até então, vinha sendo feita anualmente com um volume de até 85 mil vistos por exercício.

Críticos do governo Trump afirmam que a mão de obra estrangeira contratada por meio dos vistos temporários de trabalho não necessariamente compete ou impede norte-americanos de conseguir emprego.

Em geral, os profissionais estrangeiros contratados têm alto nível de escolaridade e habilidades específicas que as empresas alegam estar em falta no mercado nacional. Profissionais das áreas de saúde, informática e tecnologia são os mais requisitados.

Entretanto, Trump defende a necessidade de revisão do programa porque algumas empresas usavam a prerrogativa para contratar profissionais estrangeiros com salários mais baixos do que poderiam pagar a um profissional altamente qualificado norte-americano. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm