Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Vigilância Sanitária e IMA garantem fiscalização constante no abate e comércio de carnes em Pará de Minas


A Operação Carne Fraca deflagrada pela Polícia Federal (PF) investiga 40 empresas envolvidas em um esquema de pagamento de propina para funcionários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Segundo as investigações, empresários do ramo alimentício pagavam para os agentes públicos relaxarem a fiscalização e liberarem licenças. Eram vendidas carnes fora do prazo de validade, misturadas com papelão e até com substâncias cancerígenas.

O governo federal se mobilizou para tranquilizar a população visando evitar pânico entre os consumidores. A alegação é de que nem todos os frigoríficos do país estão envolvidos nos casos investigados.

O escândalo repercutiu no mercado internacional e países como a China, Coréia do Sul e Chile já barraram as importações de carne brasileira e exigiram explicações às autoridades. A medida também foi adotada pela a União Europeia.

Wander da Silva Rodrigues, diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, explica que o órgão fiscaliza rigorosamente todos os açougues que funcionam em Pará de Minas. É cobrada a procedência, a qualidade e a forma correta de transporte e acondicionamento das carnes:


Wander da Silva Rodrigues
fiscalizacaocarnewanderdasilva1

Ele revela que no passado foram encontradas algumas irregularidades nos estabelecimentos. O trabalho continua sendo executado e será intensificado para evitar problemas para a saúde pública:

Wander da Silva Rodrigues
fiscalizacaocarnewanderdasilva2

De acordo com Renan Pereira Amorim, fiscal do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), a inspeção do abate de animais é feito em dois estabelecimentos existentes em Pará de Minas:


Renan Pereira Amorim
fiscalizacaocarnerenanpereira1

Os problemas acontecem e são combatidos pelo serviço de fiscalização. Por isso a importância de atuar ativamente para que os produtos sejam de qualidade antes de chegarem à mesa do consumidor final:

Renan Pereira Amorim
fiscalizacaocarnerenanpereira2

Denúncias de qualquer irregularidade em açougues e supermercados podem ser feitas no Departamento de Vigilância em Saúde através do telefone (37) 3231-772. Os casos de abatedouros clandestinos ou irregulares devem ser repassados ao escritório do IMA: (37) 3236-3623.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm