Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Profissionais da educação organizam mais uma greve geral para protestar contra as reformas da Previdência e Trabalhista


Após a avalanche de denúncias do empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS, a crise política voltou a gerar tumultos em Brasília. A delação premiada que foi divulgada caiu como um balde de água fria em Michel Temer (PMDB-SP) e sua equipe.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O governo federal vinha trabalhando junto a deputados federais e senadores a aprovação de várias propostas de reforma. A trabalhista já foi votada e aprovada na Câmara dos Deputados e inclui a terceirização de qualquer atividade nas empresas privadas ou públicas. O projeto segue em discussão no Senado.

Outro projeto que continua sendo discutido é a polêmica reforma da Previdência. Pela proposta, a grande maioria dos brasileiros irá se aposentar com 65 anos e terá que trabalhar mais tempo para conseguir o benefício.

A proposta gerou protestos em todo o país e as manifestações foram realizadas nas ruas. Entretanto, a lei sofreu algumas mudanças e está quase sendo paralisada por causa da crise política.

Porém, no dia 30 de junho será deflagrada mais uma greve geral para protestar contra as reformas da Previdência e Trabalhista. Mais uma vez os profissionais da educação estão organizando o movimento e convocando toda a sociedade.

De acordo com Leandro Augusto de Assis Fonseca, presidente do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), sub-sede de Pará de Minas, a última greve geral que aconteceu em 28 de abril e os resultados foram altamente positivos:


Leandro Augusto de Assis Fonseca
grevegeralleandroaugustodeassis1

O sindicalista informa na próxima terça-feira, 20 de junho, será feita uma panfletagem sobre os movimentos grevistas. Os educadores também estão batalhando algumas causas trabalhistas junto ao governo do Estado:

Leandro Augusto de Assis Fonseca
grevegeralleandroaugustodeassis2

Ele explica que as escolas que aderirem aos dias de paralisações poderão fazer a reposição das aulas perdidas através de um comum acordo entre diretores, professores, pais e alunos:

Leandro Augusto de Assis Fonseca
grevegeralleandroaugustodeassis3

A reforma da Previdência já foi aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e a Comissão Especial. Ela deverá ser analisada pelo plenário da Casa e precisa de no mínimo 308 votos favoráveis para ser aprovada. Se passar, a proposta é encaminhada ao Senado Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm