Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Pesquisa sobre microcréditos aponta favorecimento de microempreendedores

real_notas_dinheiro1
O número de empreendedores no Brasil corresponde a 24,4% da força de trabalho ocupada, no total de 23.125.469 pessoas, segundo Pesquisa Nacional de Amostras por Domicílio (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Desses, 21.873.189 são clientes potenciais para o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), com renda até R$ 10 mil mensais.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os dados foram divulgados durante apresentação de resultados do projeto de pesquisa Microcrédito Produtivo Orientado: Inovações de Tecnologia Social e Aperfeiçoamento de Política, resultado da cooperação técnica entre o Ministério do Trabalho e Emprego e a Universidade de Brasília.

O estudo aponta que há maior concentração, entre 50% dos empreendedores urbanos mais ricos, no recorte de clientes potenciais, sobretudo nas regiões Sudeste e Sul do país. A maioria formada por pessoas do sexo masculino. Por outro lado, as mulheres têm nível médio de escolaridade maior, e são mais jovens. A prática de conceder maior volume de crédito e renda de trabalho, todavia, ainda favorece mais aos homens, relativamente.

As principais operações de oferta de produtos microfinanceiros, na maioria das instituições pesquisadas, constituem oferta de capital de giro (84%), crédito para investimento individual (77%) e crédito para investimento e capital misto (63%).

O parcelamento de pagamentos, para 96% das instituições, é feito mensalmente, e 50% delas ainda utilizam o boleto como forma de cobrança. Considerando apenas as novas tecnologias, 47% das instituições responderam que utilizam telefone celular, 13% débito e crédito automático em conta corrente, 8% internet e 3% utilizam outras tecnologias, como o tablet.

O estudo aponta, como medidas de aprimoramento: mais articulação entre o Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda com a política de microcrédito; mais estímulo a postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) para desenvolvimento de ações no âmbito do PNMPO; criação de programas estaduais de microcrédito orientado; e melhor articulação na parceria entre prefeituras e o Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda nas políticas de atividade de microcrédito.

Os dados fornecidos representam informações cedidas por 118 das 497 instituições que operavam o PNMPO , devidamente cadastradas no Ministério do Trabalho e Emprego no segundo semestre de 2014, período da coleta e data de referência dos resultados apresentados. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm