Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Rio pode ter centro para atender refugiados e migrantes

Tânia Rêgo

O governo do Rio deve lançar até o final do ano o programa Rio de Braços Abertos para auxiliar refugiados e migrantes no acesso à documentação básica, educação e ao mercado de trabalho.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Pesquisadores, refugiados e autoridades participaram nesta quinta (16) de debate para apresentação do projeto, no Conselho Estadual de Direitos da Mulher. Segundo o secretário de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos, Átila Nunes, o programa deve ser lançado dentro do Plano Estadual para o Refugiado e, na primeira fase, o foco será educativo.

O caso de xenofobia contra o sírio Mohamed Ali – agredido verbalmente no começo do mês, quando vendia salgados em Copacabana, e o ato de apoio, ocorrido neste sábado (12) – anteciparam a apresentação do projeto.

“A previsão é que se intensifique neste ano a parceria com o Ministério da Justiça. Tivemos reunião na segunda-feira com representante da Secretaria Estadual de Justiça e a ideia é abrir o espaço dedicado exclusivamente para atender os refugiados e trabalhar alguns eixos ainda neste ano”, disse o secretário.

Os focos do programa são a documentação para o refugiado, que é uma barreira inicial; a língua portuguesa, com oferta de cursos em parceria com a Secretaria de Educação; e o atendimento à saúde.

Um vídeo exibido no início dos debates, produzido pela secretaria, mostra a reação das pessoas à agressão sofrida por Mohamed, todas de indignação e solidariedade e manda recados para os refugiados: Sejam bem-vindos, Não percam a esperança, Somos todos seres humanos.

Emocionado e usando uma camiseta com os dizeres “I love Rio”, o sírio Mohamed Ali, que participou do encontro, disse que não esperava a “reação tão positiva dos cariocas” após a agressão.

“Recebi uma onda de amor muito grande e a onda de agressões verbais pode ocorrer a qualquer pessoa. Gostei muito do amor que recebi, muitas pessoas tentaram me ajudar. Não esperava a onda de solidariedade recebida. Independente da nacionalidade e do país que as pessoas vivem, todo mundo quer paz, quer fugir da guerra e viver em harmonia. Agora eu tenho muita paz no coração e muitos sonhos.”

Mohamed disse que espera comprar um food truck para montar negócio próprio e, dessa forma, trabalhar com muitos brasileiros.

Revalidação de diploma
A professora da escola de serviço social da Universidade Federal Fluminense (UFF), Ângela Vasconcelos, coordenadora do Laboratório de Políticas Públicas, Migrações e Refúgio, afirmou que o tema ainda é pouco pesquisado nas universidades, mas que, desde 2003, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) desenvolve um trabalho com instituições públicas e filantrópicas para promover estudos sobre os refugiados, chamado Cátedra Sérgio Vieira de Mello.

Segundo Ângela, são 18 instituições envolvidas no trabalho no Brasil, entre elas a UFF, que está na fase de validação da candidatura para integrar oficialmente a Cátedra. A professora defende que as universidades devem ser mais úteis no processo de acolhimento dos refugiados, com a oferta de pesquisa, extensão, vestibulares sociais e, principalmente, na revalidação dos diplomas.

“Não existe um tratamento [diferenciado] para o diploma dos refugiados. As universidades que já são cátedras têm uma sensibilidade em tratar a questão da revalidação, que é um processo complexo, caro é difícil, porque cada universidade tem um curso diferenciado e cada coordenação de curso define como vai ser o processo de revalidação. Alguns cobram prova, outros cobram entrevista e não existe uma sensibilização nessa direção”.

Ângela adianta que o tema será tratado no seminário das cátedras, marcado para setembro, em Santos, para propor uma política institucional para a revalidação de diplomas de refugiados. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm