Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Vereadores aprovam lei revogando reajuste da Planta de Valores Imobiliários que aumentava o IPTU


Na noite desta segunda-feira, 16 de outubro, foi realizada mais uma reunião Ordinária na Câmara Municipal de Pará de Minas, que contou com a presença dos 17 vereadores em plenário. Entraram em pauta apenas dois projetos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

As duas matérias geraram discussões acaloradas. A primeira foi à lei 165/17 que autoriza a instalação e o funcionamento de creches em templos religiosos de qualquer credo em parceria com o município, de autoria do vereador Mário Justino da Silva (PRB).


A propositura teve o pedido de vista do vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende (PSBD). Segundo ele é necessário analisar alguns detalhes como o custeio, a mão de obra e a participação do poder público na construção dessas creches.

Além disso, é importante que as estruturas sejam de qualidade e sigam estritamente todas as normas da Secretaria Municipal de Educação e da Superintendência Regional de Ensino:


Ênio Talma Ferreira de Rezende
camaraeniotalma

Também entrou em pauta o projeto 174/17 que foi apresentado pelo vereador Marcos Aurélio dos Santos (DEM). A proposta visa revogar a lei que reajustou a Planta de Valores Imobiliários do município.

A decisão foi tomada pelo vereador após várias manifestações contrárias da população devido ao futuro reajuste nos valores do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) durante os próximos três anos.


A matéria teve o pedido de prazo regimental por parte do vereador Márcio Lara (PTC) na semana passada e foi colocada em discussão e votação. O assunto foi bastante debatido e ao final foi aprovada a propositura por 11 a favor e 5 contra.

O vereador Márcio Eustáquio Rodrigues (PTC) foi um dos que votou para que o reajuste do IPTU não ocorra mais. Ele explica que mudou de postura após ouvir os clamores da população que já sofre com uma alta carga tributária:


Márcio Eustáquio Rodrigues
camaramarcio

O vereador Nilton Reis Lopes (PMDB) também votou pela queda do projeto que aumenta o IPTU. Ele aproveitou a oportunidade para parabenizar o autor do projeto e explicou que agora a lei precisa ser sancionada pelo prefeito para ter validade:


Nilton Reis Lopes
camaranilton

O vereador Marcos Aurélio dos Santos (DEM), autor do projeto, disse que a matéria é constitucional e legal. Agora ele pede o chefe do Poder Executivo Municipal para sancionar a lei e planejar mais cortes de gastos:


Marcos Aurélio dos Santos
camaramarcosaurelio

O presidente da Casa, Mário Justino da Silva (PRB), fez uma análise muito positiva dos trabalhos. Ele destacou o projeto de sua autoria que autoriza a prefeitura a firmar parceria com igrejas para a montagem de creches.

Segundo ele a demanda de mães que estão precisando deixar os filhos nas creches para trabalhar vem crescendo. Por isso o poder público poderá verificar essa opção de realizar um trabalho junto com todas as denominações religiosas interessadas em participar:


Mário Justino da Silva
camaramario

O prefeito Elias Diniz tem um prazo de 15 dias para sancionar ou vetar a lei que derruba o reajuste na Planta de Valores e o aumento do IPTU. Caso o gestor decida vetar, a matéria volta para a Câmara Municipal.


Neste caso os vereadores analisarão o veto e poderão derrubá-lo em plenário. Em seguida o Poder Legislativo Municipal pode sancionar a lei. Contudo, a prefeitura poderá acionar o Poder Judiciário para decidir a questão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm