Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Chanceler russo diz que ameaça de Trump à Venezuela é “inaceitável”

Agência Lusa/Russian Foreign Ministry/Arquivo

O Ministro de Assuntos Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, classificou nesta quarta (16) como “inaceitável” a ameaça de intervenção militar norte-americana na Venezuela, feita pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na semana passada.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Estamos unidos quanto à necessidade de que as diferenças existentes no país [Venezuela] sejam superadas de maneira pacífica, através do diálogo nacional, sem qualquer pressão externa – para não falar do caráter inaceitável da ameaça de intervenção militar nos assuntos internos daquele país”, declarou Lavrov à jornalistas logo após se reunir, em Moscou, com o chanceler boliviano, Fernando Huanacuni Mamani.

Lavrov voltou a defender uma nova “ordem mundial policêntrica, mais justa e estável”. E, sem citar nomes, ele criticou o que qualificou como tentativas de boicote à instauração de novas formas de cooperação internacional.

“Rússia e Bolívia são unânimes ao rechaçar as tentativas de torpedear o processo de estruturação de uma ordem multipolar, bem como a renúncia à cooperação multilateral em prol de medidas unilaterais e ilegítimas, incluindo a intromissão em assuntos internos, inclusive com o emprego de tropas militares”, acrescentou o ministro russo.

Na última sexta-feira (11), Trump disse não descartar uma “opção militar” para tentar solucionar a crise da Venezuela, país que, em sua opinião, se encontra afundado em uma “bagunça muito perigosa”.

Nos dias seguintes, o vice-presidente Mike Pence, em viagem pela América Latina, tentou amenizar as declarações de Trump, afirmando que o governo norte-americano quer uma “solução pacífica” para a situação, mas também que “os Estados Unidos não cruzarão os braços enquanto a Venezuela afunda” e, por isso, o governo de seu país analisa “muitas opções”.

Brasil contra
Vários países se manifestaram contrários à declaração de Trump. O Ministério das Relações Exteriores brasileiro divulgou nota reafirmando que a posição do Mercosul é de “repúdio à violência e qualquer opção que envolva o uso da força” na Venezuela. O Ministério de Assuntos Exteriores da China também defendeu que as relações bilaterais devem sempre manter o princípio de não interferência nos assuntos internos de outros países. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm