Banner Águas de Pará de Minas   Banner Facebook

Desembolsos do BNDES caem 15% no quadrimestre, para R$ 21,4 bilhões

Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no primeiro quadrimestre deste ano atingiram R$ 21,4 bilhões, queda de 15% na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado, segundo o banco, confirma a tendência de desaceleração do ritmo de queda observada desde o segundo semestre de 2016.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Segundo o BNDES, o aumento das aprovações de crédito para a indústria e para a compra de máquinas e equipamentos indica sinais de recuperação da economia. As aprovações da Finame (linha de financiamento de bens de capital do BNDES) somaram R$ 6,7 bilhões entre janeiro e abril deste ano, incremento de 38% em relação a igual período de 2016. Excluindo máquinas agrícolas, ônibus e caminhões, as aprovações de crédito para demais bens de capital evoluíram 159% no quadrimestre, atingindo R$ 2,3 bilhões.

Para a indústria de transformação, os financiamentos via Finame aprovados entre janeiro e abril totalizaram R$ 1,4 bilhão, alta de 197% na comparação com o primeiro quadrimestre de 2016.

Do total de recursos do BNDES liberados nos primeiros quatro meses deste ano, 37% foram para o setor de infraestrutura, que recebeu R$ 7,9 bilhões. O desembolso para esta área foi 9% menor que o do mesmo período do ano passado. O mesmo percentual de queda foi registrado nos desembolsos para o setor de comércio e serviços, que recebeu R$ 4,7 bilhões do banco de fomento este ano. A indústria recebeu R$ 4,5 bilhões, redução de 35% ante o acumulado janeiro/abril de 2016. Agropecuária ficou com R$ 4,3 bilhões em liberações, retração de 1%.

A linha Progeren, que oferece recursos para capital de giro das empresas, acumula R$ 2,2 bilhões liberados nos quatro primeiros meses do ano; alta de 339% em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado.

Regiões e porte das empresas
Por regiões, apenas o Sudeste e o Sul registraram queda nas liberações do BNDES este ano, de 27% e 31%, respectivamente. Nas demais, os desembolsos subiram 36% (Centro-Oeste), 32% (Norte) e 14% (Nordeste). Em termos de volume de recursos liberados, a Região Sudeste segue na liderança, com quase R$ 8,3 bilhões.

Por porte de empresas financiadas, as liberações do BNDES para as micro, pequenas e médias empresas somaram até abril R$ 8,1 bilhões, baixa de 13% em relação a igual período do ano passado. Para as grandes empresas, foram desembolsados R$ 13,2 bilhões, recuo de 16%.

Os projetos de inovação, que constituem uma das prioridades do BNDES, receberam R$ 697 milhões do banco,13% a mais que nos quatro primeiros meses de 2016.

Segundo o BNDES que os desembolsos do primeiro quadrimestre se referem aprovações de crédito feitas no passado. Isso ocorre porque a tramitação dos pedidos de financiamento recebidos pelo banco pode levar mais de um ano nas fases de enquadramento, aprovação e contratação, até se converter em liberação de recursos. Com Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm